com que cor­te eu vou?

Re­pi­ca­do, des­fi­a­do e des­co­nec­ta­do po­dem pa­re­cer iguais, mas ca­da um tem su­as pe­cu­li­a­ri­da­des

200 Cortes de Cabelo - - Editorial - Tex­to: MA­RI­A­NA SI­QUEI­RA/COLABORADORA De­sign: MARY ELLEN MA­CHA­DO Con­sul­to­ria: Rô­san­ge­la Ro­cha, hairsty­list do sa­lão Mai­son Ro­cha, de Be­lo Ho­ri­zon­te (MG)

Es­co­lher o pró­xi­mo cor­te de cabelo é um mo­men­to crí­ti­co pa­ra qual­quer mu­lher, prin­ci­pal­men­te pa­ra aque­las que não sa­bem ao cer­to que es­ti­lo pe­dir. “Al­guns vi­su­ais ain­da dei­xam dú­vi­da, co­mo é o ca­so do re­pi­ca­do, do des­fi­a­do e do des­co­nec­ta­do”, ex­pli­ca a hairsty­list Rô­san­ge­la Ro­cha, do sa­lão Mai­son Ro­cha. Ela in­di­ca quais são as ca­rac­te­rís­ti­cas de ca­da um e su­as prin­ci­pais di­fe­ren­ças:

Re­pi­ca­do

Por cri­ar um vo­lu­me, o es­ti­lo é in­di­ca­do pa­ra as do­nas de ma­dei­xas fi­nas ou com pou­ca den­si­da­de, co­mo é o ca­so dos fi­os da atriz Gi­o­van­na Ew­bank. “O re­pi­ca­do cria ca­ma­das bem mar­ca­das, dan­do uma for­ma mais de­fi­ni­da às ma­dei­xas. Dos três, ele é o que pre­ci­sa de mais ma­nu­ten­ção pa­ra man­ter a for­ma. É sem­pre bom lem­brar dis­so na ho­ra de cor­tar”, con­ta a pro­fis­si­o­nal.

Des­fi­a­do

Ele ga­ran­te mo­vi­men­to e le­ve­za a ca­be­lei­ra e con­se­gue ser o mais de­mo­crá­ti­co dos es­ti­los, or­nan­do com ca­be­los cur­tos, mé­di­os e lon­gos. Mas o mes­mo não se apli­ca ao ti­po de fio: “Não acon­se­lho pa­ra quem tem ma­dei­xas fi­nas e sem vo­lu­me, que ge­ral­men­te são mais ole­o­sas, já que a téc­ni­ca re­sul­ta em fi­os me­nos en­cor­pa­dos”, re­co­men­da Ro­sân­ge­la. Por is­so, es­se foi o es­ti­lo de cor­te es­co­lhi­do pe­la atriz Ana Isa­be­la Go­di­nho, já que con­tro­la me­lhor o vo­lu­me de cres­pos e ca­che­a­dos.

Des­co­nec­ta­do

O cor­te é, sem dú­vi­das, o mais prá­ti­co dos três. “Ne­le, so­men­te a par­te de ci­ma cos­tu­ma ser des­co­nec­ta­da”, de­ta­lha a pro­fis­si­o­nal. As do­nas de ca­be­los vo­lu­mo­sos que fo­rem ade­rir de­vem apos­tar em um le­ve des­fi­a­do tam­bém, pa­ra dar mo­vi­men­to. Foi o que fez a atriz Oli­via Tor­res, ao op­tar pe­lo cor­te com ca­ma­das des­co­nec­ta­das. “O mo­do de des­co­nec­tar é di­fe­ren­te pa­ra fi­os li­sos e ca­che­a­dos: no pri­mei­ro, as me­chas são cor­ta­das a uma ele­va­ção de 60°, no se­gun­do, a 90°. Mas is­so po­de va­ri­ar de acor­do com quan­ti­da­de de cabelo, pois, nor­mal­men­te, quem quer vo­lu­me tem a raiz ole­o­sa”, ex­pli­ca Rô­san­ge­la.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.