Apo­sen­ta­da re­cla­ma de ma­to al­to

Agora - - Editorial - (WC)

A apo­sen­ta­da San­dra To­le­do, 58 anos, afir­ma que fez uma re­cla­ma­ção à pre­fei­tu­ra por meio do te­le­fo­ne 156, em 6 de fe­ve­rei­ro des­te ano, so­bre um ter­re­no bal­dio que fi­ca no quar­tei­rão de sua ca- sa. Mas, até ago­ra, ne­nhu­ma pro­vi­dên­cia foi to­ma­da.

O ter­re­no fi­ca na rua Ben­ja­min Fer­rei­ra, no Man­da­qui (zo­na nor­te), e es­tá cheio de ma­to so­bre um bar­ran­co.

Se­gun­do a apo­sen­ta­da, du­ran­te o ve­rão, hou­ve até um des­li­za­men­to de ter­ra e as ár­vo­res che­ga­ram a en­cos­tar na fi­a­ção da re­de pú­bli­ca de ele­tri­ci­da­de. “Li­guei pa­ra fa­lar que ti­nha pro­ble­mas e eles dis­se­ram que não ha­via pre­vi­são pa­ra re­sol­ver”, afir­ma San­dra.

A apo­sen­ta­da diz que o ter­re­no é par­ti­cu­lar. “Tem mui­ta su­jei­ra e vi­ra cri­a­dou­ro de ra­tos. Na mi­nha ca­sa não en­tra por­que co­lo­co ve­ne­no, mas che­ga a apa­re­cer ra­to do ta­ma­nho de ga­to na ca­sa dos vi­zi­nhos”, afir­ma. “In­fe­liz­men­te, não veio nin­guém da pre­fei­tu­ra até ago­ra pa­ra ver co­mo es­tá a si­tu­a­ção”, diz San­dra.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.