UBS da Re­pú­bli­ca vai ser fe­cha­da em de­fi­ni­ti­vo

Agora - - Nas Ruas - (LF)

A Se­cre­ta­ria de Saú­de da ges­tão João Do­ria (PSDB) não vai re­a­brir a UBS (Uni­da­de Bá­si­ca de Saú­de) Re­pú­bli­ca, lo­ca­li­za­da na pra­ça da Ban­dei­ra (re­gião cen­tral). O pré­dio foi in­ter­di­ta­do em ja­nei­ro, de­pois de o for­ro da uni­da­de ter de­sa­ba­do du­ran­te a noi­te. Nin­guém fi­cou fe­ri­do.

Se­gun­do a pre­fei­tu­ra, “o pré­dio não é ade­qua­do pa­ra es­te ti­po de ser­vi­ço”. Por is­so, afir­ma que a se­cre­ta­ria bus­ca um “imó­vel mais ade­qua­do pa­ra uma no­va uni­da­de na re­gião”. Não foi da­do pra­zo pa­ra que is­so se­ja fei­to. Por en­quan­to, a uni­da­de es­tá fe­cha­da e os pa­ci­en­tes são le­va­dos de van pa­ra o Nú­cleo de Ges­tão As­sis­ten­ci­al da Vár­zea do Car­mo, no Cam­bu­ci (cen­tro).

Com o pré­dio fe­cha­do, os pa­ci­en­tes são ori­en­ta­dos a es­pe­rar a van, que sai a ca­da meia ho­ra a par­tir das 6h30, ou bus­car a UBS Sé, a 1,5 km de dis­tân­cia da Re­pú­bli­ca.

A autô­no­ma Ma­ria de Na­za­ré Nas­ci­men­to Santos, 48, diz que a fi­la é gran­de, prin­ci­pal­men­te pe­la ma­nhã. “Mui­tas ve­zes o mo­to­ris­ta che­ga a pe­dir pa­ra as pes­so­as da­rem lu­gar pa­ra quem es­tá de je­jum por­que vai fa­zer exa­me de san­gue ou tem con­sul­ta mar­ca­da”, afir­ma.

Ela che­ga a pe­gar a van in­clu­si­ve pa­ra ir bus­car re­mé­dio. Lu­a­ne Gal­di­no, 22, que tra­ba­lha na re­gião, te­ve de pe­gar a van pa­ra atu­a­li­zar o car­tão do SUS. “Va­mos ver se dá tem­po no ho­rá­rio de al­mo­ço”, dis­se.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.