BEM-VIN­DOS

BBC History Brasil - - Primeira página -

Nes­te mês de mar­ço, os cris­tãos ce­le­bram a Se­ma­na San­ta, em me­mó­ria de Je­sus Cris­to. Em ja­nei­ro, mi­lhões de pes­so­as em to­dos os con­ti­nen­tes se lem­bra­ram do as­sas­si­na­to de Mahat­ma Gandhi. E, no dia 4 de abril, com­ple­tam-se 48 anos da per­da de Mar­tin Luther King, ví­ti­ma de um ti­ro. Além das mor­tes vi­o­len­tas, há inú­me­ras ou­tras se­me­lhan­ças en­tre es­ses três gran­des ho­mens, co­mo o fa­to de te­rem lu­ta­do sem ar­mas, re­a­li­za­do ver­da­dei­ras re­vo­lu­ções e mu­da­do o pla­ne­ta. Fa­la­mos so­bre eles e ou­tros se­te gran­des no­mes que tor­na­ram nos­so mun­do me­lhor, mas lem­bra­mos tam­bém de cin­co que se es­for­ça­ram pe­lo con­trá­rio, pi­o­ran­do a vi­da na Ter­ra.

E, re­al­men­te, a His­tó­ria re­gis­tra pe­río­dos não mui­to fa­vo­rá­veis pa­ra os se­res hu­ma­nos, co­mo a Ida­de Mé­dia, quan­do a vi­o­lên­cia era, via de re­gra, a “so­lu­ção” mais usa­da pa­ra se re­sol­ver pro­ble­mas. Um ou­tro mo­men­to ter­rí­vel, em­bo­ra acon­te­ci­do em um lo­cal es­pe­cí­fi­co e re­sul­ta­do em al­guns bons fru­tos, foi a Re­vo­lu­ção Fran­ce­sa, quan­do o ter­ror se es­pa­lhou de tal ma­nei­ra que nem os pró­pri­os re­vo­lu­ci­o­ná­ri­os es­ta­vam a sal­vo de te­rem su­as ca­be­ças cor­ta­das.

Ain­da no cam­po das gran­des mu­dan­ças so­ci­ais, lem­bra­mos de Ben­ja­min Fran­klin, um dos pi­la­res da lu­ta pe­la in­de­pen­dên­cia dos Es­ta­dos Uni­dos, co­mu­men­te vis­to co­mo um fe­roz ini­mi­go da Co­roa Bri­tâ­ni­ca mas, co­mo mos­tra o his­to­ri­a­dor Ge­or­ge Go­odwin, is­so po­de não ser ver­da­de.

Des­de o ar­mís­ti­cio de 1945, a 2ª Guer­ra Mun­di­al é cons­tan­te­men­te te­ma de li­vros e fil­mes, que re­ve­lam no­vos ou inu­si­ta­dos as­pec­tos dos com­ba­tes. A cri­mi­na­li­da­de na Lon­dres des­truí­da pe­los bom­bar­dei­os ale­mães era um pro­ble­ma tão gran­de quan­to a fal­ta de ali­men­tos, re­ve­la Joshua Le­vi­ne, um dos mai­o­res es­tu­di­o­sos atu­ais so­bre o con­fli­to. Tam­bém es­pe­ci­a­lis­ta em sua área, os es­tu­dos so­bre a li­te­ra­tu­ra rus­sa, Sa­rah Huds­pith, vai a fun­do no épi­co Guer­ra e Paz, de Le­on Tols­tói, um clás­si­co uni­ver­sal.

Olhan­do um pou­qui­nho pa­ra nos­so pró­prio quin­tal, pas­se­a­mos na an­ti­ga Mi­nas Ge­rais, que ain­da guar­da inú­me­ros se­gre­dos do Bra­sil Co­lo­ni­al, co­mo o ver­da­dei­ro pa­pel de Jo­a­quim Jo­sé da Sil­va Xa­vi­er, o Ti­ra­den­tes, na In­con­fi­dên­cia Mi­nei­ra. Afi­nal, va­lo­ri­zar a His­tó­ria ain­da é uma das me­lho­res ma­nei­ras de en­ten­der­mos o pre­sen­te e evi­tar­mos re­pe­tir er­ros no fu­tu­ro. Mas te­mos de to­mar cui­da­do co­mo con­cei­tu­a­mos o pas­sa­do, sob pe­na de su­per­va­lo­ri­zar fa­tos e per­so­na­gens ir­re­le­van­tes e su­bes­ti­mar­mos o que re­al­men­te in­te­res­sa. Es­sa é a es­sên­cia do ensaio as­si­na­do por Da­ni­el Snow­man, que traz uma den­sa re­fle­xão so­bre co­mo a pai­xão em ex­ces­so pe­la His­tó­ria po­de dis­tor­cê-la. A pai­xão, ele po­de fi­car tran­qui­lo, não per­de­re­mos. O ex­ces­so, já é mais di­fí­cil de ti­rar, a dis­tor­ção, po­rém, con­ti­nu­a­mos dis­pen­san­do. É com es­se es­pí­ri­to que apre­sen­ta­mos mais uma edi­ção da BBC His­tory Bra­sil.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.