An­te­ce­den­tes

BBC History Brasil - - Proclamação da República -

Co­mo di­to an­te­ri­or­men­te, a po­la­ri­za­ção não é ne­nhu­ma no­vi­da­de em ter­ras tu­pi­ni­quins. Em­bo­ra tar­dia (13 de maio de 1888), a abo­li­ção da es­cra­vi­dão no Bra­sil foi um dos pou­cos atos re­ves­ti­dos de sen­ti­do em nos­sa his­tó­ria, mas aca­bou di­vi­din­do o país em dois. De um la­do es­ta­vam as he­ran­ças co­lo­ni­ais co­mo o ru­ra­lis­mo, o pa­tri­ar­ca­lis­mo e os la­ti­fún­di­os. Do ou­tro, o pen­sa­men­to li­be­ral, o in­dus­tri­a­lis­mo e o comércio. Va­le lem­brar, con­tu­do, que a dis­pu­ta pe­lo po­der res­trin­gia-se ape­nas às eli­tes, man­ten­do o po­vo de fo­ra das qu­es­tões da po­lí­ti­ca na­ci­o­nal.

In­ca­paz de res­pon­der com a agi­li­da­de às no­vas de­man­das, o Im­pé­rio não con­se­guiu ga­ran­tir a es­ta­bi­li­da­de fi- nan­cei­ra, vis­to que a con­cen­tra­ção de po­der do sis­te­ma mo­nar­quis­ta já não era com­pa­tí­vel com as ne­ces­si­da­des nas­ci­das da mo­der­ni­za­ção da eco­no­mia. Além dis­so, a fa­mí­lia re­al com­pos­ta por Dom Pedro II, Prin­ce­sa Isa­bel e Con­de D’Eu já não cons­ti­tuía um sím­bo­lo que­ri­do en­tre as mas­sas – não à toa, tor­nou-se al­vo de ata­ques e cha­co­tas da im­pren­sa na­ci­o­nal.

A es­sa al­tu­ra, o mo­vi­men­to re­pu­bli­ca­no já es­ta­va for­te­men­te in­tro­du­zi­do den­tro do Exér­ci­to Bra­si­lei­ro. Afi­nal, o Bra­sil era o úni­co país in­de­pen­den­te na Amé­ri­ca do Sul a man­ter uma mo­nar­quia, pois os paí­ses vizinhos co­lo-

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.