Se qui­ses­se, Hi­tler po­de­ria ter in­va­di­do a In­gla­ter­ra

Um novo li­vro qu­es­ti­o­na a te­o­ria de que a ma­ri­nha ale­mã não ti­nha for­ças pa­ra de­sem­bar­car tro­pas no sul da In­gla­ter­ra em 1940

BBC History Brasil - - História Agora / Notícias -

Of utu­ro da Grã-Bre­ta­nha es­te­ve por um fio no ve­rão de 1940. A Ale­ma­nha ti­nha to­do o po­de­rio mi­li­tar pa­ra le­var su­as tro­pas atra­vés do Ca­nal da Man­cha e to­mar par­tes do sul da ilha. Pa­ra is­so, era ne­ces­sá­rio ape­nas que Hi­tler des­se o si­nal ver­de, de­fen­de o his­to­ri­a­dor Ro­bert Forczyk em seu mais re­cen­te li­vro, We Mar­ch Against En­gland, lan­ça­do em ou­tu­bro na In­gla­ter­ra e iné­di­to no Bra­sil.

A obra de Forczyk é po­lê­mi­ca, pois con­tra­diz opi­niões há mui­to es­ta­be­le­ci­das. Ho­je, a mai­o­ria dos his­to­ri­a­do­res acre­di­ta que a Ope­ra­ção Leão Ma­ri­nho – co­mo os ale­mães ba­ti­za­ram a in­va­são – es­ta­va se­ri­a­men­te com­pro­me­ti­da pe­la su­pe­ri­o­ri­da­de da Ma­ri­nha Re­al Bri­tâ­ni­ca. Hi­tler ti­nha cons­ci­ên­cia dis­so, as­sim, te­ria ame­a­ça­do ata­car co­mo es­tra­té­gia pa­ra for­çar os in­gle­ses a ne­go­ci­a­rem. Em re­su­mo, era um ble­fe.

“Nem tan­to”, de­fen­de Forczyk. “A ope­ra­ção sem­pre foi con­si­de­ra­da uma ame­a­ça va­zia, por­que a ma­ri­nha ale­mã per­deu for­ça em con­du­zi­la e Hi­tler não es­ta­va dis­pos­to a cor­rer o ris­co de fra­cas­sar. No en­tan­to, o fa­to de não ter acon­te­ci­do não sig­ni­fi­ca que não po­de­ria ter si­do de­fla­gra­da”, com­ple­ta o his­to­ri­a­dor.

Atrás da cer­ca Sol­da­do bri­tâ­ni­co pre­pa­ra­do pa­ra re­pe­lir in­va­so­res ale­mães, em fo­to ti­ra­da pro­va­vel­men­te em ou­tu­bro de 1940

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.