Co­mo sur­giu o gri­to de olé nos es­tá­di­os? RA

BBC History Brasil - - Miscelânea -

ori­gem eti­mo­ló­gi­ca da pa­la­vra olé re­me­te à ex­pres­são “Wal­lah”, que em ára­be tem o sig­ni­fi­ca­do de “por Deus”. Mas, ao lon­go dos anos, o ter­mo se di­fun­diu mes­mo atra­vés das tou­ra­das da cul­tu­ra es­pa­nho­la. Quan­do o tou­rei­ro pas­sa­va o len­ço so­bre o tou­ro sem que o mes­mo o acer­tas­se, o pú­bli­co pre­sen­te nas are­nas gri­ta­va “olé!” co­mo uma ex­cla­ma­ção de en­tu­si­as­mo com a be­le­za e êxi­to de um mo­vi­men­to ou­sa­do e sur­pre­en­den­te. As­sim, com o pas­sar do tem­po, foi na­tu­ral que a ex­pres­são tam­bém se po­pu­la­ri­zas­se nos es­pe­tá­cu­los do es­por­te mais pra­ti­ca­do do mun­do: o fu­te­bol. Con­tu­do, o que pou­cos sa­bem é que o gran­de res­pon­sá­vel foi Ma­né Gar­rin­cha.

Afi­nal, a pri­mei­ra vez que is­so acon­te­ceu den­tro de um es­tá­dio foi em 1957, no Mé­xi­co, on­de as tou­ra­das tam­bém são mui­to apre­ci­a­das. Em seu li­vro His­tó­ri­as do Fu­te­bol, o téc­ni­co e jor­na­lis­ta João Sal­da­nha nar­ra co­mo o “anjo de per­nas tor­tas” es­ta­va im­pos­sí­vel em um amis­to­so con­tra o Ri­ver Pla­te, no Es­tá­dio Uni­ver­si­tá­rio, em jo­go que fa­zia par­te da ex­cur­são do Bo­ta­fo­go pe­lo país me­xi­ca­no. “To­da vez que Ma­né pa­ra­va na fren­te de Vai­ro (za­guei­ro ad­ver­sá­rio), os es­pec­ta­do­res man­ti­nham-se no mais pro­fun­do si­lên­cio. Quan­do Ma­né da­va aque­le seu fa­mo­so dri­ble e dei­xa­va Vai­ro no chão, um co­ro de cem mil pes­so­as ex­cla­ma­va: ‘Ô ô ô ô ô ô-lê!”.

No dia se­guin­te, to­dos os jor­nais re­per­cu­ti­am ad­mi­ra­dos o en­can­ta­men­to do pú­bli­co pe­lo gra­ci­o­so fu­te­bol de Gar­rin­cha. Aí, não deu ou­tra: as no­tí­ci­as che­ga­ram ao Rio de Ja­nei­ro e a tor­ci­da ca­ri­o­ca não he­si­tou em en­to­ar o gri­to nas ar­qui­ban­ca­das do Ma­ra­ca­nã. Em pou­co tem­po, o olé foi con­sa­gra­do, ga­nhou mui­tos sig­ni­fi­ca­dos e se en­rai­zou co­mo uma das gí­ri­as mais uti­li­za­das no fol­clo­re do es­por­te bre­tão.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.