Papa Ci­ta Cri­se ao re­cu­sar CON­VI­TE De te­mer Pa­ra Vi­si­tar Bra­sil

Brasil em Folhas - - Primeira Página -

O papa Francisco ci­tou a cri­se na­ci­o­nal ao de­cli­nar um con­vi­te de Mi­chel Te­mer pa­ra vi­si­tar o Bra­sil. Na car­ta ao pre­si­den­te, o lí­der da Igre­ja Ca­tó­li­ca diz que são so­bre­tu­do “os mais po­bres” que pa­gam “o pre­ço mais amar­go” por “so­lu­ções fá­ceis e su­per­fi­ci­ais pa­ra cri­ses”, sem ex­pli­ci­tar quais se­ri­am es­tas.

Opa­pa Francisco ci­tou a cri­se na­ci­o­nal ao de­cli­nar um con­vi­te de Mi­chel Te­mer pa­ra vi­si­tar o Bra­sil.

Na car­ta ao pre­si­den­te, o lí­der da Igre­ja Ca­tó­li­ca diz que são so­bre­tu­do “os mais po­bres” que pa­gam “o pre­ço mais amar­go” por “so­lu­ções fá­ceis e su­per­fi­ci­ais pa­ra cri­ses”, sem ex­pli­ci­tar quais se­ri­am es­tas.

A CNBB (Con­fe­rên­cia Na­ci­o­nal dos Bis­pos do Bra­sil) já cri­ti­cou aber­ta­men­te a re­for­ma da Pre­vi­dên­cia de­fen­di­da por Te­mer. “Os di­rei­tos so­ci­ais no Bra­sil fo­ram con­quis­ta­dos com in­ten­sa par­ti­ci­pa­ção de­mo­crá­ti­ca; qual­quer ame­a­ça a eles me­re­ce ime­di­a­to re­pú­dio”, dis­se a ins­ti­tui­ção ca­tó­li­ca em no­ta de mar­ço en­vi­a­da a par­la­men­ta­res.

No ape­lo, a CNBB evo­cou Francisco pa­ra ata­car a re­for­ma pre­vi­den­ciá­ria. “Fa­ze­mos nos­sas as pa­la­vras do papa: ‘A vos­sa di­fí­cil ta­re­fa é con­tri­buir a fim de que não fal­tem as sub­ven­ções in­dis­pen­sá­veis pa­ra a sub­sis­tên­cia dos tra­ba­lha­do­res de­sem­pre­ga­dos e das su­as fa­mí­li­as. [...] Não fal­te o di­rei­to à apo­sen­ta­do­ria, e su­bli­nho: o di­rei­to –a apo­sen­ta­do­ria é um di­rei­to!– por­que dis­to é que se tra­ta.”

Em sua men­sa­gem ao go­ver­no bra­si­lei­ro, o pon­tí­fi­ce afir­ma que a ins­ta­bi­li­da­de no país “não é de sim­ples so­lu­ção, uma vez que tem raí­zes só­cio-po­lí­ti­co-econô­mi­cas, e não cor­res­pon­de à Igre­ja nem ao papa dar uma re­cei­ta con­cre­ta pa­ra re­sol­ver al­go tão com­ple­xo”. Tre­chos do tex­to fo­ram adi­an­ta­dos pe­lo si­te “G1”.

Con­ti­nua o papa: “Po­rém, não pos­so dei­xar de pen­sar em tan­tas pes­so­as, so­bre­tu­do nos mais po­bres, que mui­tas ve­zes se ve­em com­ple­ta­men­te aban­do­na­dos e cos­tu­mam ser aque­les que pa­gam o pre­ço mais amar­go e di­la­ce­ran­te de al­gu­mas so­lu­ções fá­ceis e su­per­fi­ci­ais pa­ra cri­ses que vão mui­to além da es­fe­ra me­ra­men­te fi­nan­cei­ra”.

Se­gun­do o Pla­nal­to, Te­mer ain­da era vi­ce-pre­si­den­te de Dil­ma Rous­seff quan­do a pre­si­den­te fez o pri­mei­ro con­vi­te a Francisco.

Era 2013, e o Rio abri­ga­va a Jor­na­da Mun­di­al da Ju­ven­tu­de, even­to ca­tó­li­co que reu­niu 3,5 mi­lhões de pes­so­as.

O papa veio e, em sua des­pe­di­da do Rio, Te­mer dis­cur­sou: “Vos­sa San­ti­da­de dis­se que Deus é bra­si- lei­ro. Pois eu di­go que nesta se­ma­na a sua pre­sen­ça fez do Bra­sil um pa­raí­so per­ma­nen­te. [...] Com to­da in­for­ma­li­da­de, mas com to­do res­pei­to, eu qu­e­ro di­zer-lhe: boa vi­a­gem, papa Francisco! Vol­te lo­go!”.

Na sua ho­ra de di­zer adeus em Apa­re­ci­da (SP), o papa pro­me­teu: te­ria vol­ta. “Pe­ço um fa­vor. Com jei­ti­nho. Re­zem por mim. Eu pre­ci­so. Que Deus os aben­çoe. E até 2017, quan­do vol­ta­rei.”

A oca­sião: o ani­ver­sá­rio de 300 anos de Nos­sa Se­nho­ra Apa­re­ci­da –o en­con­tro da ima­gem da san­ta por pes­ca­do­res ocor­reu em 1717, no rio Pa­raí­ba do Sul.

No fim de 2016, com o im­pe­a­ch­ment de Dil­ma já se­la­do, o no­vo pre­si­den­te bra­si­lei­ro rei­te­rou for­mal­men­te o con­vi­te “nu­ma lon­ga cor­res­pon­dên­cia em que fa­la­va do no­vo mo­men­to bra­si­lei­ro”, se­gun­do a as­ses­so­ria de im­pren­sa do Pla­nal­to.

Nesta se­ma­na, che­gou a ne­ga­ti­va, jus­ti­fi­ca­da com pro­ble­mas de agen­da.

Qu­es­ti­o­na­da pe­la Fo­lha, a as­ses­so­ria do pre­si­den­te dis­se, por te­le­fo­ne, que a re­cu­sa já fo­ra in­for­ma­da em 2013, em­bo­ra na da­ta o papa ti­ves­se anun­ci­a­do pu­bli­ca­men­te sua in­ten­ção de re­tor­nar em 2017.

Num se­gun­do con­ta­to, por e-mail, o Pla­nal­to afir­mou que, com sua car­ta, “o papa lem­brou o que já ti­nha si­do di­vul­ga­do pe­la CNBB em ou­tu­bro de 2016”. En­vi­ou o link pa­ra uma en­tre­vis­ta que o vi­ce-pre­si­den­te da en­ti­da­de ca­tó­li­ca, dom Mu­ri­lo Kri­e­ger, ar­ce­bis­po de Sal­va­dor (BA), deu à re­da­ção em Ro­ma da Can­ção No­va, co­mu­ni­da­de ca­tó­li­ca.

Dom Mu­ri­lo dis­se en­tão que Francisco “não po­de­ria ir à Apa­re­ci­da em 2017, por­que in­do a Apa­re­ci­da te­ria que ir a Ar­gen­ti­na, Chi­le e Uru­guai, e não ha­ve­ria con­di­ções”, por já ter com­pro­mis­sos com o bis­pa­do.

Em no­ta ofi­ci­al, o Va­ti­ca­no dis­se que “a mis­si­va não foi pu­bli­ca­da por ter ca­rá­ter pri­va­do”. O papa, con­ti­nua o tex­to, en­co­ra­ja o man­da­tá­rio bra­si­lei­ro a “tra­ba­lhar pe­los mais po­bres”.

“Ade­mais, co­mo o pró­prio pre­si­den­te Te­mer em sua car­ta fa­zia re­fe­rên­cia a seu com­pro­mis­so no com­ba­te aos pro­ble­mas so­ci­ais do país, o papa res­sal­ta tal as­pec­to e en­co­ra­ja a tra­ba­lhar pe­la pro­mo­ção dos mais po­bres”, diz o co­mu­ni­ca­do do de­par­ta­men­to de im­pren­sa da San­ta Sé.

ARQ. VA­TI­CA­NO

DI­VUL­GA­ÇÃO

Papa Francisco se­gu­ra ca­mi­sa do Pal­mei­ras em vi­a­gem à Itá­lia

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.