STF man­da go­lei­ro Bru­no de vol­ta pa­ra a pri­são

Brasil em Folhas - - Primeira Página -

Após o go­lei­ro con­se­guir um ha­be­as cor­pus e fa­zer sua re­es­treia nos gra­ma­dos o STF re­vo­gou nes­ta a li­mi­nar.

du­rou me­nos de um mês a no­va aven­tu­ra fu­te­bo­lís­ti­ca do go­lei­ro Bru­no Fer­nan­des de Sou­za. Após o go­lei­ro con­se­guir um ha­be­as cor­pus e fa­zer sua re­es­treia nos gra­ma­dos pe­lo Boa Es­por­te, no iní­cio de abril, o Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF) re­vo­gou nes­ta ter­ça-fei­ra a li­mi­nar con­ce­di­da pe­lo mi­nis­tro Mar­co Au­ré­lio Mel­lo e, por 3 vo­tos a 1, de­ter­mi­nou o re­tor­no à pri­são do atle­ta, con­de­na­do a 22 anos e 3 me­ses co­mo man­dan­te do as­sas­si­na­to da mo­de­lo Eli­za Sa­mu­dio. A de­ci­são foi to­ma­da de­pois de um pe­di­do do pro­cu­ra­dor-ge­ral da Re­pú­bli­ca, Ro­dri­go Ja­not, que ava­li­ou em um pa­re­cer en­vi­a­do ao Su­pre­mo que Bru­no de­ve ser man­ti­do na ca­deia en­quan­to o Tri­bu­nal de Jus­ti­ça de Mi­nas Ge­rais não jul­gar seu re­cur­so, que tra­mi­ta há qua­tro anos.

Se­gun­do Ja­not, a de­mo­ra pa­ra o jul­ga­men­to em de­fi­ni­ti­vo da sen­ten­ça do go­lei­ro es­tá re­la­ci­o­na­da a uma es­tra­té­gia ado­ta­da por sua de­fe­sa ao ar­ras­tar o pro­ces­so com a in­ter­po­si­ção de di­ver­sos re­cur­sos. Lú­cio Adol­fo, ad­vo­ga­do de Bru­no, ale­ga que cum­priu os pra­zos pro­ces­su­ais, atri­buin­do o atra­so ao Mi­nis­té­rio Pú­bli­co e à com­ple­xi­da­de do ca­so, que en­vol­ve ou­tros seis réus. Com a re­vo­ga­ção do ha­be­as cor­pus pe­lo STF, um no­vo man­da­do de pri­são con­tra Bru­no de­ve ser ex­pe­di­do nas pró­xi­mas ho­ras. Adol­fo diz que o go­lei- ro irá se apre­sen­tar à Jus­ti­ça, em­bo­ra dis­cor­de da de­ci­são do Su­pre­mo. “Não há mo­ti­vos pa­ra prender o Bru­no no­va­men­te. Ele es­tá tra­ba­lhan­do de for­ma ho­nes­ta, jo­gan­do sem pro­ble­mas e não faz mal a nin­guém. Quan­do ele es­ta­va pre­so, le­va­ram qua­tro anos sem ana­li­sar o re­cur­so, mas, de­pois que foi sol­to, re­sol­ve­ram ace­le­rar as coi­sas”, afir­ma o ad­vo­ga­do.

o jul­ga­men­to do ha­be­as cor­pus foi con­du­zi­do pe­la Pri­mei­ra Tur­ma do STF, com­pos­ta pe­lo no­vo re­la­tor do ca­so, Ale­xan­dre de Mo­ra­es, e os mi­nis­tros Luís Ro­ber­to Bar­ro­so, Luiz Fux, Mar­co Au­ré­lio Mel­lo e Ro­sa We­ber. Mo­ra­es, We­ber e Fux vo­ta­ram pe­la der­ru­ba­da da li­mi­nar, en­quan­to Mel­lo de­fen­deu sua de­ci­são e Bar­ro­so não par­ti­ci­pou. Bru­no dei­xou a As­so­ci­a­ção de Pro­te­ção e As­sis­tên­cia ao Con­de­na­do (Apac), on­de cum­pria pri­são pre­ven­ti­va, em 24 de fe­ve­rei­ro. du­as se­ma­nas de­pois, ele fe­chou con­tra­to com o Boa Es­por­te, de var­gi­nha. Es­tre­ou pe­lo clu­be no dia 8 de abril, quan­do co­me­teu um pê­nal­ti no em­pa­te em 1 x 1 con­tra o Ube­ra­ba. des­de en­tão, o go­lei­ro dis­pu­tou mais qua­tro par­ti­das e acu­mu­lou qua­tro gols so­fri­dos na se­gun­da di- vi­são do Cam­pe­o­na­to Mi­nei­ro. An­tes da sol­tu­ra, ele ha­via cum­pri­do ape­nas seis anos e se­te me­ses de sua pe­na.

SPORT

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.