Fim do fo­ro pri­vi­le­gi­a­do pas­sa por pri­mei­ro tes­te no Se­na­do

Brasil em Folhas - - Primeira Página -

Os se­na­do­res fi­ze­ram mais um ace­no à in­sa­tis­fa­ção po­pu­lar com a clas­se po­lí­ti­ca, aba­la­da pe­las re­ve­la­ções da Ope­ra­ção La­va Ja­to.

Os se­na­do­res fi­ze­ram mais um ace­no à in­sa­tis­fa­ção po­pu­lar com a clas­se po­lí­ti­ca, aba­la­da pe­las re­ve­la­ções da Ope­ra­ção La­va Ja­to e de­la­ções da Ode­bre­cht. Foi apro­va­do por una­ni­mi­da­de na Ca­sa com 75 vo­tos nes­ta quar­ta-fei­ra uma Pro­pos­ta de Emen­da à Cons­ti­tui­ção que pre­vê o fim da prer­ro­ga­ti­va de fo­ro pri­vi­le­gi­a­do pa­ra jul­ga­men­to de par­la­men­ta­res e mem­bros do Exe­cu­ti­vo. Ago­ra to­dos se­rão jul­ga­dos em pri­mei­ra ins­tân­cia nos Es­ta­dos on­de os even­tu­ais cri­mes ocor­re­ram. Fi­ca­ram de fo­ra da PEC, no en­tan­to, o pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca e os pre­si­den­tes da Câ­ma­ra dos De­pu­ta­dos e do Se­na­do, du­ran­te o exer­cí­cio do man­da­to. Mi­nu­tos an­tes os par­la­men­ta­res ha­vi­am apro­va­do um pro­je­to de lei que pu­ne abu­sos de au­to­ri­da­de em ver­são su­a­vi­za­da.

A pro­pos­ta te­rá de pas­sar por uma se­gun­da vo­ta­ção no Se­na­do e, en­tão, se­gui­rá pa­ra ao ple­ná­rio da Câ­ma­ra, on­de tam­bém pre­ci­sa pas­sar por du­as ro­da­das de vo­ta­ção. O cro­no­gra­ma em que is­so de­ve acon­te­cer, no en­tan­to, é in­cer­to, o que po­de fa­zer da apro­va­ção uma me­di­da mais cos­mé­ti­ca do que efe­ti­va.

Os crí­ti­cos do fo­ro pri­vi­le­gi­a­do di­zem que ele adia a pu­ni­ção a po­lí­ti­cos in­ves­ti­ga­dos e os cri­mes aca­bam pres­cre­ven­do. Is­so por­que o nú­me­ro de juí­zes nas ins­tân­ci­as su­pe­ri­o­res é me­nor, o que faz com que os pro­ces­sos se ar­ras­tem. Além dis­so, mui­tas ve­zes os de­ten­to­res de man­da­to re­nun­ci­am, o que faz com que o ca­so se­ja re­me­ti­do à pri­mei­ra ins­tân­cia, on­de re­co­me­ça na es­ta­ca ze­ro. “Da for­ma co­mo es­tá te­mos du­as clas­ses de ci­da­dãos no nos­so país. Ago­ra o fo­ro por prer­ro­ga­ti­va de fun­ção fi­ca ex­tin­to pe­lo tex­to”, afir­mou o se­na­dor Rand­fol­fe Ro­dri­gues (Re­de- AP), re­la­tor da pro­pos­ta. “Ho­je é um dia his­tó­ri­co pa­ra o Se­na­do e pa­ra a re­pú­bli­ca. Es­pe­ro que a Câ­ma­ra dos De­pu­ta­dos te­nha a mes­ma ce­le­ri­da­de e aten­ção aos cla­mo­res da so­ci­e­da­de”.

Ro­dri­gues cri­ti­cou, no en­tan­to, a emen­da que ex­clui os pre­si­den­tes: “Não é o ide­al, eu não que­ria aca­tar a emen­da, mas é uma con­ces­são pe­que­na per­to da im­por­tân­cia da PEC. Não é um ca­so em que ce- de­mos os anéis pa­ra man­ter os de­dos, creio que ce­de­mos ape­nas uma unha”. Em en­tre­vis­ta ao EL PAÍS, o par­la­men­tar afir­mou que a si­na­li­za­ção do Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral de que po­de­ria de­ci­dir so­bre o fim do fo­ro em bre­ve ace­le­rou a vo­ta­ção da PEC. “O Su­pre­mo deu a en­ten­der que iria de­ci­dir por con­ta pró­pria o fim do fo­ro, e ai os se­na­do­res to­ma­ram a de­ci­são cor­re­ta”, dis­se. Em maio o STF de­ve jul­gar uma ação que im­põe li­mi­tes ao fo­ro pri­vi­le­gi­a­do pa­ra po­lí­ti­cos em ca­sos nos quais os cri­mes ocor­re­ram em fun­ção do car­go.

Na prá­ti­ca, a ex­clu­são de al­gu­mas ca­te­go­ri­as da PEC be­ne­fi­cia o pre­si­den­te Mi­chel Te­mer (PMDB), e os man­da­tá­ri­os do Con­gres­so Eu­ní­cio de Oli­vei­ra (PMDBCE) e Ro­dri­go Maia (DEMRJ). Os dois úl­ti­mos já são al­vo de inqué­ri­to no âm­bi­to da Ope­ra­ção La­va Ja­to, e Te­mer foi ci­ta­do por de­la-

to­res da em­prei­tei­ra Ode­bre­cht, mas não po­de ser in­ves­ti­ga­do por fa­tos sem re­la­ção com o man­da­to.

De acor­do com o se­na­dor Ri­car­do Fer­ra­ço (PSDB-ES), au­tor da emen­da que ex­cluiu os pre­si­den­tes da PEC, a me­di­da ga­ran­te que não se­jam pro­to­co­la­das de­ze­nas de ações con­tra eles. “Bas­ta que se ima­gi­ne quan­tas ações po­de­rão ser aber­tas, mes­mo sem ba­se le­gal, con­tra um Pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca, em ca­da can­to do Bra­sil, obri­gan­do-o a se de­fen­der em uma ver­da­dei­ra mul­ti­dão de ações ju­di­ci­ais”, afir­mou. Atu­al­men­te, de acor­do com es­ti­ma­ti­vas do se­na­dor Ran­dol­fe Ro­dri­gues, cer­ca de 38.000 au­to­ri­da­des tem di­rei­to ao fo­ro pri­vi­le­gi­a­do.

O pre­si­den­te do Se­na­do, Eu­ní­cio de Oli­vei­ra (PMDB-CE) afir­mou que “o dia de ho­je mar­ca­rá a his­tó­ria do Se­na­do Fe­de­ral e do Bra­sil”. “Com o exer­cí­cio da boa po­lí­ti­ca es­ta ca­sa to­mou du­as im­por­tan­tís­si­mas de­ci­sões”, dis­se o par­la­men­tar, que é al­vo de inqué­ri­tos da La­va Ja­to. “Pre­si­dir es­sa ses­são his­tó­ri­ca foi uma enor­me hon­ra”, con­cluiu.

Omar Aziz PSD- AM, que é al­vo de inqué­ri­to na La­va Ja­to, elo­gi­ou a pro­pos­ta. “É um pas­so im­por­tan­te. É pre­ci­so que fi­que cla­ro ao ci­da­dão que to­dos se­rão jul­ga­dos na mes­ma ins­tân­cia. Se­re­mos jul­ga­dos no mes­mo âm­bi­to que nos­sos elei­to­res”, afir­mou.

AGÊN­CIA SE­NA­DO

Se­na­do­res na Co­mis­são de Cons­ti­tui­ção e Jus­ti­ça.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.