JOESLEY CITA MANTEGA, PALOCCI E SER­RA EM DELAÇÃO SO­BRE O BNDES

Brasil em Folhas - - Primeira Página -

Em no­vo ane­xo da delação pre­mi­a­da en­tre­gue à Pro­cu­ra­do­ria-ge­ral da Re­pú­bli­ca, o em­pre­sá­rio Joesley Ba­tis­ta afir­mou que pe­diu a po­lí­ti­cos que fi­zes­sem pres­são pa­ra in­flu­en­ci­ar li­be­ra­ção de um fi­nan­ci­a­men­to do Bndes. o ob­je­ti­vo era con­se­guir re­cur­sos pa­ra a cons­tru­ção de uma fá­bri­ca de ce­lu­lo­se da el­do­ra­do, em­pre­sa do gru­po J&F que foi ven­di­da na se­ma­na pas­sa­da. o de­la­tor afir­ma que re­qui­si­tou a aju­da ao en­tão mi­nis­tro da Fa­zen­da, Gui­do Mantega, ao ex-mi­nis­tro an­to­nio Palocci, que co­or­de­na­va a cam­pa­nha de dil­ma Rous­seff (Pt) à Pre­si­dên­cia, em 2010, e até ao se­na­dor Jo­sé ser­ra (Psdb-sp), en­tão can­di­da­to a pre­si­den­te. se­gun­do Joesley, a li­be­ra­ção do em­prés­ti­mo ren­deu uma pro­pi­na de 4% a Mantega. o em­pre­en­di­men­to foi cons­truí­do no Ma­to Gros­so do sul. as in­for­ma­ções são da Glo­bo­news.

se­gun­do o em­pre­sá­rio, as in­ter­ven­ções fi­ze­ram com que o pro­je­to ca­mi­nhas­se den­tro do ban­co, ain­da que len­ta­men­te. o de­la­tor não ci­tou pa­ga­men­to de pro­pi­na pa­ra ser­ra e pa­ra Palocci. o ex-te­sou­rei­ro do Pt João Vac­ca­ri e di­ri­gen­tes dos fun­dos de pen­são da Pe­tro­bras (Pe­tros) e Cai­xa econô­mi­ca Fe­de­ral (Fun­cef) tam­bém te­ri­am re­ce­bi­do pro­pi­na, se­gun­do a Glo­bo­news.

Nos do­cu­men­tos en­tre­gues à PGR, o em­pre­sá­rio re­la­tou uma reu­nião, que acon­te­ceu en­tre o primeiro e o se­gun­do tur­nos da elei­ção de 2010, na se­de do Bndes. Na oca­sião, Joesley diz ter co­bra­do o en­tão pre­si­den­te do ban­co, Lu­ci­a­no Cou­ti­nho, so­bre o em­prés­ti­mo, ale­gan­do que já ti­nha o apoio de Mantega. Cou­ti­nho, en­tão, teria afir­ma­do que o plei­to não se­ria pos­sí­vel. se­gun­do Joesley, a par­tir des­se pon­to, Mantega foi aci­o­na­do pa­ra que fi­zes­se uma in­ter­ven­ção “urgente”.

se­gun­do a ver­são de Joesley, o pe­di­do de em­prés­ti­mo co­me­çou a ser fei­to em 2009. o em­pre­sá­rio dis­se que fi­cou sa­ben­do pe­lo en­tão go­ver­na­dor de Ma­to Gros­so do sul, andré Puc­ci­nel­li, que uma em­pre­sa eu­ro­peia ti­nha de­sis­ti­do de cons­truir um fá­bri­ca de ce­lu­lo­se no es­ta­do. Joesley, en­tão, su­ge­riu que a fá­bri­ca do gru­po J&F fi­cas­se no lu­gar. após re­sis­tên­ci­as da área téc­ni­ca do Bndes, Joesley con­tou ter re­cor­ri­do a Mantega. No ano se­guin­te, os pe­di­dos se in­ten­si­fi­ca­ram, em meio à cam­pa­nha elei­to- ral, e al­can­ça­ram Palocci e ser­ra, de acor­do com a Glo­bo­news. Joesley dis­se que pe­diu aos in­ter­lo­cu­to­res que li­gas­sem pa­ra Cou­ti­nho afir­man­do que, se eles es­ti­ves­sem no Po­der exe­cu­ti­vo, o pro­je­to se­ria apro­va­do.

ser­ra, por meio de no­ta, dis­se que “es­sa his­tó­ria ja­mais ocor­reu”. se­gun­do ele, “não faria o me­nor sen­ti­do o can­di­da­to de opo­si­ção ten­tar in­flu­en­ci­ar uma de­ci­são de go­ver­no”. a as­ses­so­ria do Bndes não foi en­con­tra­da on­tem, mas o ban­co já afir­mou que tem in­te­res­se na apu­ra­ção de quais­quer fa­tos ir­re­gu­la­res. Pro­cu­ra­dos pe­lo GLOBO, os advogados de Mantega e Palocci não res­pon­de­ram até o fe­cha­men­to des­ta edição.

Es­ta­dão

REPRODUÇÃO/GLOBO News

O do­no da JBS e de­la­tor Joesley Ba­tis­ta

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.