NOVOS ÁUDIOS DA JBS DÃO MUNIÇÃO A TEMER CONTRA JANOT

Brasil em Folhas - - Primeira Página -

Afle­cha que Ro­dri­go Janot pla­ne­ja­va lan­çar contra o pre­si­den­te Mi­chel Temer (PMDB) se tor­nou um bu­me­ran­gue. en­quan­to o mun­do po­lí­ti­co es­pe­ra­va que o pro­cu­ra­dor-ge­ral apre­sen­tas­se uma se­gun­da de­nún­cia cri­mi­nal contra o pre­si­den­te a pou­cos di­as de dei­xar a che­fia do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Fe­de­ral, Janot sur­pre­en­deu e aca­bou abrin­do uma in­ves­ti­ga­ção que po­de anu­lar o mais im­por­tan­te e po­lê­mi­co ato de seu man­da­to: o acor­do de co­la­bo­ra­ção pre­mi­a­da de Jo­es­ley Ba­tis­ta e de ou­tros dois exe­cu­ti­vos da em­pre­sa JBS pe­lo qual eles re­ce­be­ram per­dão ju­di­ci­al. o pro­cu­ra­dor-ge­ral diz que hou­ve omis­são de fa­tos “gra­vís­si­mos” na de­la­ção, re­ve­la­dos em novos áudios em po­der do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co, afir­ma que os be­ne­fí­ci­os le­gais po­dem ser re­vis­tos, mas fri­sou que to­das as pro­vas pro­du­zi­das no acor­do se­guem vá­li­das.

Mes­mo se as pro­vas, in­cluin­do a gra­va­ção de Jo­es­ley Ba­tis­ta com Temer, não fo­rem anu­la­das, ali­a­dos do Pla­nal­to ana­li­sam que o pe­so po­lí­ti­co de uma even­tu­al se­gun­da de­nún­cia cri­mi­nal contra o pre­si­den­te se­rá re­du­zi­do – is­so se ela ain­da acon­te­cer até o fim da pró­xi­ma se­ma­na, quan­do ter­mi­na o man­da­to de Janot. o prin­ci­pal ar­gu­men­to é que os pri­mei­ros jul­ga­do­res de Temer não se­rão téc­ni­cos, mas par­la­men­ta­res. são os mes­mos de­pu­ta­dos fe­de­rais que já en­ga­ve­ta­ram a pri­mei­ra acu­sa­ção de cor- rup­ção pas­si­va contra o pre­si­den­te, no iní­cio de agos­to.

Com as no­vas re­ve­la­ções, ga­nha for­ça o dis­cur­so que o pe­e­me­de­bis­ta fez contra a cre­di­bi­li­da­de de Jo­es­ley e do ex-pro­cu­ra­dor e ho­je ad­vo­ga­do Mar­ce­lo Mil­ler, a quem Temer ten­tou co­lar a ideia de que se­ria um in­fil­tra­do da JBS den­tro da cú­pu­la da ope­ra­ção La­va Ja­to. Uma gra­va­ção de qua­tro ho­ras en­con­tra­da nos ar­qui­vos dos de­la­to­res, ain­da que não se co­nhe­ça o con­teú­do dos áudios men­ci­o­na­dos por Janot, su­ge­re que Mil­ler, um mi­nis­tro do su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral e um con­gres­sis­ta (que não ti­ve­ram os no­mes re­ve­la­dos) es­ta­ri­am au­xi­li­an­do a JBS. Na oca­sião, Mil­ler atu­a­va co­mo um dos prin­ci­pais as- ses­so­res de Janot na PGR.

No Pa­lá­cio do Pla­nal­to, o cli­ma nes­ta se­gun­da-fei­ra era de um cer­to alí­vio. As­ses­so­res pró­xi­mos do pre­si­den­te que fi­ca­ram no Bra­sil en­quan­to ele par­ti­ci­pa do en­con­tro dos BRICS, na Chi­na, dis­se­ram es­tar sur­pre­sos com a trans­pa­rên­cia de Janot e não es­pe­ra­vam que ele pró­prio pu­des­se co­lo­car em xe­que a de­la­ção dos exe­cu­ti­vos da gi­gan­te do ra­mo de ali­men­tos JBS. o de­fen­sor do pre­si­den­te, An­to­nio Clau­dio Ma­riz de oli­vei­ra, já pen­sa em pe­dir a anu­la­ção de to­dos os fa­tos tra­zi­dos pe­la em­pre­sa.

No Con­gres­so, há quem pre­gue as in­ves­ti­ga­ções contra Temer têm de ser mais apro­fun­da­das. Um de­les é o lí­der do dem na Câ­ma­ra dos

de­pu­ta­dos, efraim Fi­lho. ele des­car­ta, no en­tan­to, que to­das as pro­vas tra­zi­das no pro­ces­so se­jam anu­la­das. “A ta­re­fa de pas­sar o Bra­sil a lim­po é ir­re­ver­sí­vel. A La­va Ja­to é pa­trimô­nio do Bra­sil. o que pu­der ser apro­vei­ta­do se­rá, den­tro dos li­mi­tes da le­ga­li­da­de”, pon­de­rou o par­la­men­tar da ba­se ali­a­da do go­ver­no.

Fo­ra da se­a­ra po­lí­ti­ca, o si­nal é de cau­te­la, con­tu­do. o juiz apo­sen­ta­do Wál­ter Mai­e­ró­vit­ch diz que no ca­so da le­gis­la­ção bra­si­lei­ra o tem­po pe­sa contra os in­ves­ti­ga­do­res. “Na itá­lia, uma de­la­ção é apu­ra­da em três, qua­tro anos. Aqui, é tu­do pa­ra on­tem. Por is­so, es­ta­mos su­jei­tos a nos de­pa­rar­mos com men­ti­ras e omis­sões que só vão ser che­ca­das no de­cor­rer do pro­ces­so”.

es­tu­di­o­so de or­ga­ni­za­ções cri­mi­no­sas, Mai­e­ró­vit­ch re­for­ça a te­se de Janot, que, ape­sar da apa­ren­te ten­ta­ti­va dos de­la­to­res de lu­di­bri­a­rem o Mi­nis­té­rio Pú­bli­co e o Ju­di­ciá­rio, as pro­vas de­ve­rão ser va­li­da­das. “o ‘con­tra­to’ de co­la­bo­ra­ção é res­cin­di­do. Mas as pro­vas re­sul­ta­das de­le são man­ti­das”, pon­de­rou o es­pe­ci­a­lis­ta. Com o de­sen­ro­lar dos fa­tos em Bra­sí­lia, a pre­o­cu­pa­ção des­se ex-juiz é a de que a ope­ra­ção La­va Ja­to no Bra­sil te­nha o mes­mo fim da ope­ra­ção Mãos Lim­pas, de­sen­vol­vi­da na itá­lia e que ser­viu de ins­pi­ra­ção pa­ra os in­ves­ti­ga­do­res bra­si­lei­ros. “Lá, por con­ta das mu- dan­ças le­gis­la­ti­vas e com a vol­ta do [sil­vio] Ber­lus­co­ni ao po­der, as Mãos Lim­pas vi­ra­ram Mãos de­ce­pa­das”, re­lem­brou Mai­e­ró­vit­ch.

O que acon­te­ce com OS ir­mãos Ba­tis­ta

No ga­nha-per­de da po­lí­ti­ca e do Ju­di­ciá­rio bra­si­lei­ro, um fa­to é cer­to: quem já per­deu fo­ram os exe­cu­ti­vos da JBS. o per­dão ju­di­ci­al ofe­re­ci­do a eles, que os li­vra­va de cin­co in­ves­ti­ga­ções em an­da­men­to, de­ve­rá ser re­du­zi­do. Um dos que re­cla­ma­vam des­se ex­ten­so be­ne­fí­cio era o pre­si­den­te da or­dem dos Ad­vo­ga­dos do Bra­sil, Clau­dio La­ma­chia. Nes­ta se­gun­da-fei­ra, após o pro­nun­ci­a­men­to de Janot, ele afir­mou que as in­for­ma­ções tra­zi­das pe­lo pro­cu­ra­dor eram gra­vís­si­mas e que a so­ci­e­da­de es­ta­va in­dig­na­da com as be­nes­ses da­da aos mem­bros da JBS. “A OAB es­pe­ra que a lei pos­sa va­ler igual­men­te pa­ra to­dos. Não exis­te pro­ces­so vá­li­do sem que a lei se­ja res­pei­ta­da”, afir­mou La­ma­chia.

Ago­ra ca­be es­pe­rar du­as pró­xi­mas mo­vi­men­ta­ções, a que vi­rá da de­la­ção do do­lei­ro Lú­cio Fu­na­ro, apon­ta­do co­mo o ope­ra­dor do PMDB e do ex-de­pu­ta­do edu­ar­do Cu­nha, no es­que­ma cri­mi­no­so e co­mo a su­ces­so­ra de Janot na PGR, Ra­quel dod­ge, irá atu­ar. An­tes de qual­quer ato, ela te­rá de ti­rar de su­as cos­tas a sus­pei­ção por ter, as­sim co­mo Jo­es­ley, se en­con­tra­do com Temer em uma agen­da ex­tra­o­fi­ci­al du­ran­te a noi­te no Pa­lá­cio do Ja­bu­ru.

O pro­cu­ra­dor Janot em 27 de ju­nho

ARQUIVO

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.