Bombardeiros dos EUA so­bre­vo­am Co­reia do Nor­te

Brasil em Folhas - - Primeira Página -

Cin­co di­as de­pois que Do­nald Trump ame­a­çou, du­ran­te seu dis­cur­so na As­sem­bleia Ge­ral da ONU, com a “des­trui­ção to­tal” da Co­reia do Nor­te, vá­ri­os bombardeiros nor­te-ame­ri­ca­nos B-1B so­bre­vo­a­ram nes­te sá­ba­do a fron­tei­ra do país, so­bre águas in­ter­na­ci­o­nais, em uma exibição de for­ça. “Es­ta mis­são é uma de­mons­tra­ção da de­ter­mi­na­ção dos Es­ta­dos Uni­dos e uma men­sa­gem cla­ra de que es­te pre­si­den­te tem mui­tas op­ções pa­ra der­ro­tar qual­quer ameaça”, ex­pli­cou o Pen­tá­go­no.

“Es­ta­mos pre­pa­ra­dos pa­ra usar um am­plo le­que de ca­pa­ci­da­des mi­li­ta­res pa­ra de­fen­der o ter­ri­tó­rio dos Es­ta­dos Uni­dos e nos­sos ali­a­dos”, de­cla­rou Da­na Whi­te, por­ta-voz do Pen­tá­go­no, en­quan­to na se­de da ONU to­ma­va a pa­la­vra o mi­nis­tro de Re­la­ções Ex­te­ri­o­res da Co­reia do Nor­te, Ri Yong-ho. Ele co­me­çou seu dis­cur­so cha­man­do Trump de “per­tur­ba­do mental cheio de me­ga­lo­ma­nia”.

O ges­to mi­li­tar sig­ni­fi­ca um en­du­re­ci­men­to na po­si­ção de Washing­ton con­tra Pyongyang. E ou­tro me­ca­nis­mo mais pa­ra pres­si­o­nar o lí­der nor­te-co­re­a­no, Kim Jong-un, pa­ra que ter­mi­ne com seu pro­gra­ma de mís­seis ba­lís­ti­cos e seu pro­gra­ma nu­cle­ar. O lí­der au­men­tou sig­ni­fi­ca­ti­va­men­te os lan­ça­men­tos de mís­seis nas úl­ti­mas se­ma­nas e no mês pas­sa­do fez seu sex­to tes­te nu­cle­ar. “Is­so é o mais ao nor­te da Zo­na Des­mi­li­ta­ri­za­da [que se­pa­ra as du­as Co­rei­as] que já vo­ou al­gum ca­ça ou bom­bar­dei­ro nor­te-ame­ri­ca­no na cos­ta da Co­reia do Nor­te no sé­cu­lo XXI, e mar­ca a se­ri­e­da­de com que to­ma­mos o com­por­ta­men­to ir­res­pon­sá­vel” da Co­reia do Nor­te, dis­se Whi­te.

Em­bo­ra se­ja pou­co pro­vá­vel, de acor­do com es­pe­ci­a­lis­tas, que is­so che­gue a um con­fli­to mi­li­tar, a es­tra­té­gia dos EUA é mos­trar que não acei­ta as ame­a­ças de Kim. As úl­ti­mas fo­ram ver­ba­li­za­das pe­la bo­ca do mi­nis­tro de Re­la­ções Ex­te­ri­o­res, que no sá­ba­do fez uma in­ter­ven­ção na ONU. “É pre­ci­so res­pon­der à ameaça nu­cle­ar dos EUA com o mar­te­lo nu­cle­ar da jus­ti­ça”, dis­se Ri, ex­pli­can­do que a de­ci­são de Pyongyang de se trans­for­mar em po­tên­cia atô­mi­ca é pa­ra “es­ta­be­le­cer um equi­lí­brio de poder”.

“Por mais que o pre­si­den­te dos EUA fa­le de fo­go, fú­ria e des­trui­ção to­tal, de­ve­rá pen­sar du­as ve­zes”, ad­ver­tiu o di­plo­ma­ta nor­te­co­re­a­no. “Não pre­ci­sa­mos do re­co­nhe­ci­men­to de nin­guém pa­ra re­a­li­zar um ata­que nu­cle­ar”, acres­cen­tou. Além dis­so, as­se­gu­rou que as san­ções que a ONU, os Es­ta­dos Uni­dos, a União Eu­ro­peia e os ou­tros es­tão im­pon­do ao país não vão obri­gá-los a se des­vi­ar “nem um mi­lí­me­tro do seu cur­so”. O mi­nis­tro ata­cou du­ra­men­te o pre­si­den­te Do­nald Trump. Dis­se que es­tá trans­for­man­do a Ca­sa Bran­ca em “um ba­ru­lhen­to mer­ca­do de mi­çan­gas” e em um “ni­nho de ban­di­dos on­de só o di­nhei­ro é res­pei­ta­do”.

Ten­são cres­cen­te

A ten­são en­tre o pre­si­den­te dos EUA e o di­ta­dor nor­te-co­re­a­no não pa­ra de au­men­tar. Es­ta se­ma­na eles se en­vol­ve­ram em uma amar­ga tro­ca de in­sul­tos. O mi­nis­tro de Re­la­ções Ex­te­ri­o­res nor­te-co­re­a­no des­cre­veu co­mo “er­ro ir­re­ver­sí­vel” que Trump te­nha cha­man­do seu lí­der su­pre­mo co­mo “ho­mem fo­gue­te”, e in­sis­tiu que pa­ga­rá as con­sequên­ci­as por pe­dir a des­trui­ção da Co­reia do Nor­te. “Nin­guém mais que o pró­prio Trump es­tá em uma mis­são sui­ci­da da qual é o úni­co res­pon­sá­vel”, avi­sou.

O pre­si­den­te dos EUA re­to­mou na quin­ta-fei­ra pas­sa­da as pressões di­plo­má­ti­cas ao or­de­nar san­ções con­tra qual­quer em­pre­sa es­tran­gei­ra que fa­ça ne­gó­ci­os com o país asiá­ti­co. A me­di­da, uma das mais drás­ti­ca até o mo­men­to, sig­ni­fi­ca o iso­la­men­to econô­mi­co do re­gi­me de Kim. A de­ci­são veio acom­pa­nha­da por ou­tra igual­men­te du­ra do Go­ver­no chi­nês, e for­ja­da en­tre seu pre­si­den­te, Xi Jin­ping, e Trump. O ban­co cen­tral proi­biu que su­as ins­ti­tui­ções fi­nan­cei­ras pres­tas­sem ser­vi­ços à Co­reia do Nor­te, o prin­ci­pal só­cio co­mer­ci­al do país.

inédito DUELO DE in­sul­tos

Trump so­bre Kim Jon­gun. “Não po­de­mos acei­tar que es­te gru­po cri­mi­no­so es­te­ja ar­ma­do com mís­seis nu­cle­a­res. O ho­mem fo­gue­te es­tá em mis­são sui­ci­da con­si­go mes­mo”, dis­se à As­sem­bleia Ge­ral da ONU na ter­ça-fei­ra.

A ré­pli­ca do nor­te-co­re­a­no. “[As de­cla­ra­ções do pre­si­den­te dos Es­ta­dos Uni­dos] me con­ven­ce­ram, ao in­vés de me as­sus­tar ou me im­pe­dir, que o ca­mi­nho que es­co­lhi é cor­re­to e éo que te­rei que con­ti­nu­ar até o fim”, dis­se na sex­ta-fei­ra em uma iné­di­ta men­sa­gem pes­so­al.

USA

Ca­ça bombardeiros nor­te-ame­ri­ca­nos, em mis­são pe­la cos­ta da pe­nín­su­la co­re­a­na

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.