LU­LA DIZ QUE ES­TÁ ‘LASCADO’, MAS QUE ain­da TEM for­ça CO­MO CA­BO elei­to­ral

Brasil em Folhas - - Primeira Página -

Com a pos­si­bi­li­da­de de uma con­de­na­ção im­pe­dir sua can­di­da­tu­ra em 2018, o exp­re­si­den­te luiz iná­cio lu­la da sil­va fez, nes­ta se­gun­da (9), um dis­cur­so in­fla­ma­do con­tra a la­va Ja­to, no qual dis­se sa­ber que es­tá “lascado”, exigiu um pe­di­do de des­cul­pas do juiz ser­gio Mo­ro e afir­mou que, mes­mo fo­ra da dis­pu­ta pe­lo pla­nal­to, se­rá um ca­bo elei­to­ral ex­pres­si­vo pa­ra a su­ces­são de Mi­chel Te­mer.

se­gun­do o pe­tis­ta, réu em se­te ações pe­nais, o ob­je­ti­vo de Mo­ro é im­pe­dir sua can­di­da­tu­ra no ano que vem, de­si­dra­tan­do-o, in­clu­si­ve, no apoio a um no­me al­ter­na­ti­vo, co­mo o do ex-pre­fei­to de são pau­lo Fer­nan­do Had­dad (pt), ca­so ele não pos­sa con­cor­rer à pre­si­dên­cia.

“eu sei que tô lascado, to­do dia tem um pro­ces­so. eu não que­ro nem que Mo­ro me ab­sol­va, eu só que­ro que ele pe­ça des­cul­pas”, dis­se lu­la du­ran­te um se­mi­ná­rio so­bre edu­ca­ção em Bra­sí­lia. “eles [in­ves­ti­ga­do­res] che­gam a di­zer: ‘ah, se o lu­la não for can­di­da­to, ele não vai ter for­ça co­mo ca­bo elei­to­ral’. Tes­tem”, com­ple­tou o pe­tis­ta. pa­ra o ex-pre­si­den­te, Mo­ro usou “men­ti­ras con­ta­das pe­la po­lí­cia Fe­de­ral e pe­lo Mi­nis­té­rio pú­bli­co” pa­ra jul­gá-lo e con­de­ná-lo a no­ve anos e seis me­ses de pri­são pe­lo ca­so do trí­plex em Gu­a­ru­já (sp).

O ex-pre­si­den­te dis­se ain­da não ter “me­do” dos in­ves­ti­ga­do­res que, de acor­do com ele, es­tão acos­tu­ma­dos a “me­xer com de­pu­ta­dos e se­na­do­res” que te­mem as apu­ra­ções.

“eu que­ro que eles sai­bam o se­guin­te: se eles es­tão acos­tu­ma­dos a li­dar com de- pu­ta­do que tem me­do de­les, a me­xer com se­na­do­res que têm me­do de­les, que­ro di­zer que te­nho res­pei­to pro­fun­do por quem me res­pei­ta, pe­las leis que nós aju­da­mos a cri­ar, mas não te­nho res­pei­to por quem não me res­pei­ta e eles não me res­pei­ta­ram”, afir­mou o pe­tis­ta.

De acor­do com ali­a­dos, lu­la não gos­ta de dis­cu­tir, mes­mo que nos bas­ti­do­res, a chan­ce de não ser can­di­da­to ao pla­nal­to e a pro­je­ção do no­me de Ha- ddad co­mo pla­no B do pt tem in­co­mo­da­do os mais pró­xi­mos ao ex-pre­si­den­te. O ex-pre­fei­to, que es­ta­va no even­to nes­ta se­gun­da, fez um dis­cur­so rá­pi­do, de me­nos de dez mi­nu­tos, em que en­cer­rou di­zen­do es-

pe­rar que lu­la as­su­ma a pre­si­dên­cia em 2019.

“es­pe­ro que dia 1º de ja­nei­ro de 2019 es­se pe­sa­de­lo cha­ma­do Te­mer aca­be e o se­nhor as­su­ma a pre­si­dên­cia da Re­pú­bli­ca”, dis­se Had­dad.

‘DEMÔNIO DO MER­CA­DO’

lu­la voltou a fa­zer um dis­cur­so mais agres­si­vo em re­la­ção ao mer­ca­do e dis­se que “não tem ca­ra de demônio”, mas quer que o res­pei­tem “co­mo se fos­se”. “Não te­nho ca­ra de demônio, mas que­ro que eles me res­pei­tem co­mo se eu fos­se, por­que eles sa­bem que a eco­no­mia não vai fi­car su­bor­di­na­da ao eli­tis­mo da so­ci­e­da­de bra­si­lei­ra”, dis­se o ex-pre­si­den­te.

O pe­tis­ta ri­va­li­zou ain­da com o de­pu­ta­do Jair Bol­so­na­ro (PSC-RJ), se­gun­do co­lo­ca­do nas úl­ti­mas pes­qui­sas em­pa­ta­do com Marina sil­va, e dis­se que se ele “agra­da ao mer­ca­do”, o pt tem que “de­sa­gra­dar”.

a Fo­lha pu­bli­cou nes­ta se­gun­da (9) re­por­ta­gem em que mos­trou que o de­pu­ta­do en­saia mo­vi­men­to ao cen­tro no de­ba­te econô­mi­co, ado­tan­do um dis­cur­so sim­pá­ti­co aos in­ves­ti­do­res do mer­ca­do fi­nan­cei­ro.

El pais

O ex-pre­si­den­te Luiz Iná­cio Lu­la a da Sil­va par­ti­ci­pa de even­to em Bra­sí­lia nes­ta se­gun­da (9)

JOÉDSON al­ves/efe

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.