Delegado é afas­ta­do do ca­so do fi­lho de Lu­la

Brasil em Folhas - - Primeira Página -

ASe­cre­ta­ria de Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca de São Pau­lo de­ter­mi­nou nes­ta quar­ta-fei­ra, 11, o afas­ta­men­to do delegado da Po­lí­cia Ci­vil Ro­dri­go Ga­laz­zo que fez bus­cas na re­si­dên­cia do fi­lho ado­ti­vo do ex-pre­si­den­te Luiz Iná­cio Lu­la da Sil­va, Marcos Cláu­dio, pa­ra ve­ri­fi­car de­nún­ci­as de su­pos­to uso de dro­gas no lo­cal. Por or­dem do se­cre­tá­rio Má­gi­no Alves Bar­bo­sa, foi aber­to pro­ce­di­men­to ad­mi­nis­tra­ti­vo “pa­ra apu­rar em que con­di­ções ocor­reu a di­li­gên­cia de bus­cas”. Se­gun­do o co­man­do da Po­lí­cia, “pa­ra pre­ser­va­ção das in­ves­ti­ga­ções” o delegado Ro­dri­go Ga­laz­zo, res­pon­sá­vel pe­la ope­ra­ção, vai fi­car fo­ra das fun­ções até con­clu­são da apu­ra­ção.

As bus­cas fo­ram re­a­li­za­das na ter­ça-fei­ra, 10, com au­to­ri­za­ção judicial - em cum­pri­men­to ao man­da­do ex­pe­di­do pe­la juí­za Mar­ta Bran­dão Pis­tel­li. A po­lí­cia ale­gou ter re­ce­bi­do de­nún­ci­as de su­pos­to uso de dro­gas na ca­sa. Os agen­tes não en­con­tra­ram en­tor­pe­cen­te no lo­cal, mas apre­en­de­ram com­pu­ta­dor e mí­di­as na re­si­dên­cia de Marcos Cláu­dio. Uma juí­za de Paulínia man­dou de­vol­ver o ma­te­ri­al. Marcos Cláu­dio Lu­la da Sil­va, fi­lho do ex-pre­si­den­te, foi di­re­tor do De­par­ta­men­to de Tu­ris­mo e Even­tos da pre­fei­tu­ra de São Ber­nar­do do Cam­po (SP), com sa­lá­rio de R$ 5,7 mil. Ele foi no­me­a­do pe­lo ex-pre­fei­to Luiz Ma­ri­nho (PT).

Marcos já ten­tou se ele­ger ve­re­a­dor na ci­da­de pe­lo PT, em 2008, mas te­ve a can­di­da­tu­ra in­de­fe­ri­da pe­lo Tri­bu­nal Su­pe­ri­or Elei­to­ral. Ele é fi­lho do pri­mei­ro ca­sa­men­to da pri­mei­ra-da­ma Ma­ri­sa Le­tí­cia, e de­pois foi ado­ta­do por Lu­la.

Ou­tro LA­DO

Em no­ta, o ad­vo­ga­do Cris­ti­a­no Za­nin Mar­tins, que de­fen­de a fa­mí­lia Lu­la, afir­mou: “A bus­ca e apre­en­são, fei­ta a par­tir de de­nún­cia anô­ni­ma e sem ba­se, não en­con­trou no lo­cal o por­te de qual­quer bem ou subs­tân­cia ilí­ci­ta, o que é su­fi­ci­en­te pa­ra re­ve­lar o ca­rá­ter abu­si­vo da me­di­da.”

No­ta da po­lí­cia: “O se­cre­tá­rio da Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca, Má­gi­no Alves Bar­bo­sa Fi­lho, de­ter­mi­nou ins­tau­ra­ção de pro­ce­di­men­to ad­mi­nis­tra­ti­vo pa­ra apu­rar em que con­di­ções ocor­reu a di­li­gên­cia de bus­ca e apre­en­são re­a­li­za­da on­tem (10), em uma re­si­dên­cia no mu­ni­cí­pio de Paulínia. Pa­ra pre­ser­va­ção das in­ves­ti­ga­ções, o delegado res­pon­sá­vel pe­la di­li­gên­cia tam­bém se­rá afas­ta­do do ca­so.”

REUTERS

Delegado que fez bus­cas na ca­sa do fi­lho de Lu­la é afas­ta­do

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.