GUS­TA­VO MENDANHA CORTARÁ

REFEIÇÕES E PE­RÍO­DO INTEGRAL DOS CMEIS

Brasil em Folhas - - Primeira Página - Va­nes­sa Mar­tins, G1 GO

os Cen­tros Mu­ni­ci­pais de Edu­ca­ção in­fan­til (Cmeis) de Apa­re­ci­da de Goi­â­nia, na re­gião Me­tro­po­li­ta­na da ca­pi­tal, de­vem dei­xar de re­ce­ber cri­an­ças de 4 e 5 anos em pe­río­do integral e vão pas­sar a fun­ci­o­nar em re­gi­me de meio pe­río­do a par­tir de ja­nei­ro de 2018, se­gun­do a as­ses­so­ria de im­pren­sa da Pre­fei­tu­ra do mu­ni­cí­pio. Pais que pre­ci­sam dei­xar os fi­lhos no lo­cal pa­ra con­se­guir tra­ba­lhar re­cla­mam da mu­dan­ça.

Con­for­me apu­rou a TV Anhan­gue­ra, ou­tra al­te­ra­ção pre­vis­ta é a tro­ca do al­mo­ço dos alu­nos de 4 e 5 anos pa­ra uma co­la­ção por vol­ta de 10h40. in­sa­tis­fei­ta, a mãe de du­as cri­an­ças que es­tu­dam em uma uni­da­de de edu­ca­ção da ci­da­de, a ad­mi­nis­tra­do­ra Ga­bri­e­la Car­do­so, re­cla­ma das al­te­ra­ções.

“Eu pre­ci­so tra­ba­lhar e a ren­da mi­nha e do meu es­po­so não dá pa­ra cus­te­ar os gas­tos [com uma ba­bá] e pre­ci­so de pe­río­do integral. [so­bre o cor­te na re­fei­ção] eu achei imo­ral, in­de­cen­te com as nos­sas cri­an­ças. É mui­to tris­te o meu fi­lho ver a ir­mã­zi­nha co­men­do o que ele não vai po­der co­mer. Co­mo o pro­fis­si­o­nal da edu­ca­ção vai li­dar com is­so?”, ques­ti­o­nou.

o co­or­de­na­dor de su­per­vi­são es­co­lar de Apa­re­ci­da de Goi­â­nia, Cas­si­a­no sou- za, es­cla­re­ceu que a me­di­da es­tá sen­do to­ma­da pa­ra que mais cri­an­ças pos­sam ser aten­di­das. “A in­ten­ção é am­pli­ar pa­ra aten­der to­das as cri­an­ças, pa­ra a gen­te ze­rar to­da a nos­sa de­man­da de cri­an­ças fo­ra da uni­da­de es­co­lar. Vai ser par­ci­al, no pe­río­do da ma­nhã das 7h às 11h15, e no pe­río­do da tar­de das 13h até 17h15”, ex­pli­cou. sou­za tam­bém dis­se que a se­cre­ta­ria tem pla­nos pa­ra cons­truir no­vas uni­da­des de en­si­no a par­tir de 2018. “Já es­tá pre­vis­ta es­sa cons­tru­ção de mais 15 Cmeis na ci­da­de. Pe­ga­mos to­das as sa­las oci­o­sas de Apa­re­ci­da de Goi­â­nia e es­ta­mos co­lo­can­do es­sas cri­an­ças de 4 e 5 anos, o que tam­bém vai ti­rar dos Cmeis [es­se gru­po] e am­plia [pos­si­bi­li­da­de de aten­di­men­to pa­ra cri­an­ças] de ze­ro a 3 anos, que é a nos­sa de­man­da mai­or”, com­ple­tou.

Por meio de no­ta, a se­cre­ta­ria de Edu­ca­ção de Apa­re­ci­da de Goi­â­nia re­for­çou que se­rão ser­vi­das du­as refeições pa­ra os alu­nos, tan­to no tur­no ma­tu­ti­no quan­to no ves­per­ti­no. o ór­gão dis­se ain­da que “as mu­dan­ças es­tão de acor­do com a Lei de di­re­tri­zes e Ba­ses da Edu­ca­ção na­ci­o­nal”, que pre­vê que a “pri­mei­ra eta­pa da Edu­ca­ção Bá­si­ca, é ofe­re­ci­da em cre­ches e pré-es­co­las, que aten­dem cri­an­ças de 0 a 5 anos de ida­de no pe­río­do diur­no, em jor­na­da integral ou par­ci­al”.

Ain­da con­for­me o tex­to, há 30 Cmeis na ci­da­de que aten­dem, no to­tal, 7.212 cri­an­ças. Além de­las, ou­tras 7,5 mil aguar­dam por uma va­ga no sis­te­ma edu­ca­ci­o­nal.

Di­fi­cul­da­des

Ao sa­ber da no­tí­cia, o far­ma­cêu­ti­co João Pe­rei­ra ne­to tam­bém re­cla­mou da al­te­ra­ção. se­gun­do ele, as du­as fi­lhas pre­ci­sam fi­car no Cmei no pe­río­do em que ele tra­ba­lha. “os pais pre­ci­sam tra­ba­lhar. no ca­so aqui co­mo vai tra­ba­lhar? dei­xar [as cri­an­ças] com qu­em? Pa­ra mim é mui­to pés­si­mo”, dis­se. A vi­gi­lan­te Vi­vi­a­ne ra­mos tam­bém afir­mou que pre­ci­sa do Cmei em tem­po integral pa­ra fi­lho, que tem 4 anos. “nin­guém é de acor­do. se es­tá aqui é por­que pre­ci­sa. Ele não es­tá aqui à toa. A gen­te pre­ci­sa tra­ba­lhar, ou­tros pre­ci­sam es­tu­dar e as cri­an­ças têm di­rei­to a is­so aqui”, co­men­tou.

Enio Medeiros

Ro­dri­go ES­TRE­LA

Pre­fei­to Gus­ta­vo Mendanha vi­si­ta es­co­las na re­gião do Ci­da­de Li­vre

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.