Mar­co­ni inau­gu­ra mai­or Da­ta Cen­ter da Amé­ri­ca

Brasil em Folhas - - Primeira Página -

Ogo­ver­na­dor Mar­co­ni Pe­ril­lo inau­gu­rou, na ma­nhã des­ta quin­ta-fei­ra (9/11), o Cen­tro de Pro­ces­sa­men­to de Dados do Go­ver­no do Es­ta­do, o mai­or Da­ta Cen­ter Mo­du­lar out­do­or do se­tor pú­bli­co da Amé­ri­ca La­ti­na, também co­nhe­ci­do co­mo Cen­tro de Pro­ces­sa­men­to de Dados. O equi­pa­men­to foi ins­ta­la­do na se­de da Se­cre­ta­ria de Es­ta­do da Fa­zen­da (Se­faz), on­de es­tá lo­ca­li­za­da a uni­da­de de tec­no­lo­gia da in­for­ma­ção da Se­cre­ta­ria de Ges­tão e Pla­ne­ja­men­to (Seg­plan).

Pa­ra o go­ver­na­dor, es­sa é uma “de­mons­tra­ção inequí­vo­ca do com­pro­mis­so que nós te­mos com os avan­ços e a mo­der­ni­da­de em nos­so Es­ta­do. Nos­so com­pro­mis­so é o de fa­zer­mos de Goiás um Es­ta­do mo­der­no. O re­sul­ta­do dis­so é a me­lho­ria dos ser­vi­ços pres­ta­dos ao ci­da­dão, efi­ci­ên­cia na ges­tão pú­bli­ca e a re­du­ção de cus­tos”.

O su­pe­rin­ten­den­te Exe­cu­ti­vo da Seg­plan, Bru­no Pe­ril­lo, de­fi­ne o Da­ta Cen­ter co­mo “o co­ra­ção do go­ver­no”. Ele acre­di­ta que o in­ves­ti­men­to em tec­no­lo­gia na cir­cu­la­ção e ar­ma­ze­na­gem de dados pe­lo go­ver­no “traz se­gu­ran­ça, agi­li­da­de e ca­pa­ci­da­de de mo­ni­to­ra­men­to ao ban­co de dados pa­ra evi­tar que­da de ener­gia e in­ter­rup­ção das in­for­ma­ções. Bru­no ci­tou co­mo exem­plo “a agi­li­da­de do aten­di­men­to nas uni­da­des do Vapt Vupt”.

Com in­ves­ti­men­to de apro­xi­ma­da­men­te R$ 10 milhões, o Da­ta Cen­ter tem ca­pa­ci­da­de de ar­ma­ze­na­men­to de 1 pe­taby­te, ca­pa­ci­da­de de pro­ces­sa­men­to de 10 te­raby­tes, 38 ser­vi­do­res fí­si­cos e 600 vir­tu­ais e controla de aces­so bi­o­mé­tri­co 24 ho­ras por dia. “Em 2016, o Go­ver­no do Es­ta­do in­ves­tiu R$ 152 milhões em Tec­no­lo­gia da In­for­ma­ção. Nós cri­a­mos a Fa­peg e ela co­me­çou a fun­ci­o­nar em 2011. De lá pra cá, nós in­ves­ti­mos mais de R$ 200 milhões em pes­qui­sas e ino­va­ção”, des­ta­cou Mar­co­ni.

Os 230 ser­vi­do­res que tra­ba­lham com o pro­ces­sa­men­to de dados vão ga­ran­tir, por meio do Da­ta Cen­ter, apoio tec­no­ló­gi­co pa­ra me­lho­rar a ofer­ta de ser­vi­ços ao ci­da­dão, a ges­tão dos be­ne­fí­ci­os so­ci­ais, a in­te­li­gên­cia es­tra­té­gi­ca, a to­ma­da de de­ci­são, apoio à ges­tão ad­mi­nis­tra­ti­va es­ta­du­al e eco­no­mia. “Só no âm­bi­to da Se­cre­ta­ria de Ges­tão e Pla­ne­ja­men­to, nós re­du­zi­mos em 40% os gas­tos com pa­pel”, ates­tou o ti­tu­lar da Seg­plan, Jo­a­quim Mes­qui­ta. Goiás é des­ta­que - Goiás é o pri­mei­ro es­ta­do bra­si­lei­ro a ga­ran­tir que to­da a área fi­na­lís­ti­ca es­ta­tal se­ja di­gi­ta­li­za­da e per­mi­ta a tra­mi­ta­ção de do­cu­men­tos e pro­ces­sos com to­tal se­gu­ran­ça e su­por­te téc­ni­co. Se­gun­do o go­ver­na­dor, “nos­so al­vo é transformar Goiás num es­ta­do re­fe­rên­cia pa­ra o Bra­sil na área de tec­no­lo­gia”. O se­cre­tá­rio Jo­a­quim Mes­qui­ta ci­tou um exem­plo: “Ao fa­zer compras, eu já per­ce­bi que es­tá mais rá­pi­da a emis­são do cu­pom fis­cal que o com­pro­van­te do car­tão de cré­di­to. Ou­tro exem­plo são os dados dos nos­sos veí­cu­los e CNH’S que po­dem ser aces­sa­dos no De­tran, fru­to dos in­ves­ti­men­tos em tec­no­lo­gia”.

Mar­co­ni co­men­tou, a res­pei­to dos in­ves­ti­men­tos em tec­no­lo­gia, “que às ve­zes so­mos in­com­pre­en­di­dos por mu­dan­ças que fa­ze­mos, mas elas são fru­tos de mui­ta re­fle­xão, de mui­to pla­ne­ja­men­to, e com um úni­co ob­je­ti­vo, aten­der bem to­dos os cli­en­tes do Es­ta­do que são os ci­da­dãos goi­a­nos”. Ele rei­te­rou que vai dei­xar, em bre­ve, o Go­ver­no do Es­ta­do, mas que sai “de ca­be­ça er­gui­da”, pois o tra­ba­lho que co­man­dou em Goiás foi “de mui­ta de­di­ca­ção, in­te­li­gên­cia e ação cor­re­ta, pa­ra o bem, pa­ra to­dos”.

Lem­brou também que o mais im­por­tan­te pa­ra o ges­tor “não é o dis­cur­so, mas a ação”. Pa­ra ele, “tem mui­ta gen­te que faz dis­cur­so bonito, mas não tem ação ne­nhu­ma. Tem mui­tos que só sa­bem fa­lar e cri­ti­car, mas não co­lo­cam a mão na mas­sa. Nós es­ta­mos trei­na­dos a co­lo­car a mão na mas­sa. Mais do que trei­na­dos, nós es­ta­mos tes­ta­dos. E não é ape­nas o go­ver­na­dor, mas to­da a equi­pe”, sa­li­en­tou.

COR­REIO WEB

Pa­ra o go­ver­na­dor, seu go­ver­no tem com­pro­mis­so com a mo­der­ni­da­de e o re­sul­ta­do dis­so é a me­lho­ria dos ser­vi­ços pres­ta­dos ao ci­da­dão, com efi­ci­ên­cia e re­du­ção de cus­tos

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.