Elei­ções nos USA de­fi­nem pa­no­ra­ma po­lí­ti­co

Brasil em Folhas - - Primeira Página -

Dois anos após a vi­tó­ria de Do­nald trump pa­ra a pre­si­dên­cia dos es­ta­dos Uni­dos, os nor­te-ame­ri­ca­nos voltam às ur­nas ho­je (6/11) pa­ra es­co­lher de­pu­ta­dos, se­na­do­res, go­ver­na­do­res e re­pre­sen­tan­tes es­ta­du­ais e re­gi­o­nais. as cha­ma­das “mid term”, ou elei­ções de meio-man­da­to, po­dem mu­dar o ce­ná­rio de apoio po­lí­ti­co no país por de­fi­nir o con­tro­le ma­jo­ri­tá­rio na ca­sa de re­pre­sen­tan­tes (câ­ma­ra dos De­pu­ta­dos) e no se­na­do. os elei­to­res ame­ri­ca­nos vão es­co­lher dois ter­ços do se­na­do (35 se­na­do­res) e to­dos os 435 de­pu­ta­dos. além dis­so, se­rão elei­tos go­ver­na­do­res de 36 es­ta­dos e três ter­ri­tó­ri­os, bem co­mo de­pu­ta­dos es­ta­du­ais e re­pre­sen­tan­tes dis­tri­tais (mu­ni­ci­pais).

as úl­ti­mas pes­qui­sas de in­ten­ção de vo­to mos­tram que a ten­dên­cia é de que os de­mo­cra­tas sai­am vi­to­ri­o­sos na câ­ma­ra, con­quis­tan­do a mai­o­ria das ca­dei­ras. No se­na­do, ape­nas dois ter­ços dos lu­ga­res se­rão re­no­va­dos, mas a pro­je­ção é de uma vi­tó­ria re­pu­bli­ca­na.

o ce­ná­rio nas elei­ções es­ta­du­ais tam­bém é am­pla­men­te dis­pu­ta­do. os re­pu­bli­ca­nos con­tro­lam 33 dos 50 es­ta­dos ame­ri­ca­nos. Há elei­ções em 26 es­ta­dos re­pu­bli­ca­nos que ten­tam não per­der ter­re­no.

ca­so con­fir­mem as in­ten­ções de vo­to pa­ra a câ­ma­ra, os de­mo­cra­tas po­dem pas­sar a ser mai­o­ria e con­tro­lar a ca­sa, po­den­do blo­que­ar a agen­da le­gis­la­ti­va de trump. ana­lis­tas en­tre­vis­ta­dos pe­la im­pren­sa nor­te-ame­ri­ca­na di­zem que as elei­ções de meio de man­da­to cos­tu­mam con­di­ci­o­nar a for­ma de agir do pre­si­den­te, exi­gin­do mai­or ca­pa­ci­da­de de diá­lo­go e de ar­ti­cu­la­ção po­lí­ti­ca no ca­so de uma vi­tó­ria do par­ti­do de opo­si­ção.

en­ga­ja­men­to

trump par­ti­ci­pou de vá­ri­os co­mí­ci­os nas úl­ti­mas se­ma­nas, vi­si­tan­do es­ta­dos e con­vi­dan­do elei­to­res re­pu­bli­ca­nos a vo­tar. Nos es­ta­dos Uni­dos, o vo­to não é obri­ga­tó­rio.

Na re­ta fi­nal, o pre­si­den­te Do­nald trump in­ten­si­fi­cou a re­tó­ri­ca con­tra imi- gran­tes, na mes­ma li­nha da cam­pa­nha pre­si­den­ci­al.

ele en­vi­ou 5.200 mi­li­ta­res pa­ra a fron­tei­ra com o mé­xi­co, com a pro­mes­sa de tri­pli­car es­se nú­me­ro pa­ra im­pe­dir a en­tra­da de uma ca­ra­va­na de cer­ca de 5 mil pes­so­as que dei­xa­ram a Gu­a­te­ma­la e Ni­ca­rá­gua em uma tra­ves­sia do ter­ri­tó­rio me­xi­ca­no até a fron­tei­ra com os es­ta­dos Uni­dos, em bus­ca de me­lho­res con­di­ções de vi­da.

trump tam­bém pro­me­teu as­si­nar um de­cre­to pa­ra aca­bar com a ci­da­da­nia de cri­an­ças nas­ci­das em ter­ri­tó­rio nor­te-ame­ri­ca­no, fi­lhas de imi­gran­tes. a in­ten­ção de as­si­nar o de­cre­to, anun­ci­a­da por ele na se­ma­na pas­sa­da, foi am­pla­men­te cri­ti­ca­da por ser con­si­de­ra­da in­cons­ti­tu­ci­o­nal. No la­do opos­to, o ex-pre­si­den­te Ba­rack oba­ma tam­bém se en­ga­jou for­te­men­te na cam­pa­nha nos úl­ti­mos três me­ses. oba­ma tem par­ti­ci­pa­do de co­mí­ci­os pa­ra ten­tar au­men­tar o nú­me­ro de elei­to­res de­mo­cra­tas.

a pre­o­cu­pa­ção do par­ti­do é de que uma al­ta abs­ten­ção de­mo­cra­ta de­ter­mi­ne vi­tó­ria re­pu­bli­ca­na nos es­ta­dos e dis­tri­tos, o que afe­ta­ria ne­ga­ti­va­men­te o par­ti­do pa­ra o ce­ná­rio das elei­ções pre­si­den­ci­ais de 2020. oba­ma tem fei­to crí­ti­cas di­re­tas à ad­mi­nis­tra­ção trump e acu­sa o pre­si­den­te de dis­se­mi­nar “uma cul­tu­ra do me­do” pa­ra mos­trar sua for­ça com os ci­da­dãos.

Fo­to ofi­ci­al Da ca­sa Bran­ca Por she­a­lah craighe­ad

Os elei­to­res ame­ri­ca­nos vão es­co­lher dois ter­ços do Se­na­do (35 se­na­do­res) e to­dos os 435 de­pu­ta­dos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.