A má­gi­ca de Marie Kondo

Ar­ru­me a ca­sa se­guin­do os con­se­lhos da per­so­nal or­ga­ni­zer mais fa­mo­sa do mun­do

Casa Arrumada - - Índice - Tex­to Mo­ni­que Li­ma/colaboradora Fo­tos Re­pro­du­ção

Ar­ru­me a ca­sa se­guin­do os con­se­lhos da per­so­nal or­ga­ni­zer mais fa­mo­sa do mun­do

Marie Kondo é uma con­sul­to­ra e es­pe­ci­a­lis­ta em or­ga­ni­za­ção que, des­de cri­an­ça, de­mons­tra­va o in­te­res­se pe­la ar­ru­ma­ção dos am­bi­en­tes. Por con­ta de sua sa­be­do­ria, ela foi elei­ta pe­la re­vis­ta ame­ri­ca­na Ti­me co­mo umas das 100 pes­so­as mais in­flu­en­tes do mun­do. En­tão, que tal se dei­xar in­flu­en­ci­ar e se­guir os pas­sos de Marie pa­ra dei­xar o lar em or­dem?

1 De­sa­pe­gue

Pa­ra co­me­çar a ar­ru­ma­ção, vo­cê pre­ci­sa, pri­mei­ra­men­te, de­sa­pe­gar. E, se­gun­do Marie, guar­dar ape­nas aqui­lo que te faz fe­liz. Sa­be aque­la rou­pa que não te ser­ve mais e que vo­cê es­tá es­pe­ran­do pa­ra po­der usar no­va­men­te? Des­car­te. O car­tão de Na­tal que vo­cê ga­nhou do ex-na­mo­ra­do em 2000? Des­car­te. Man­de em­bo­ra, in­clu­si­ve, aque­les li­vros que vo­cê com­prou e não leu (e sa­be que nem vai ler). Jun­te tu­do o que vo­cê não usa mais – e não va­le guar­dar e dar a des­cul­pa de que po­de­rá ser útil no fu­tu­ro – e des­car­te!

2 Sem rou­pas de ca­sa

Ou­tra di­ca va­li­o­sa de Kondo é: doe to­das as rou­pas que vo­cê usa pa­ra “fi­car em ca­sa”. O mo­ti­vo? Elas ocu­pam mais es­pa­ço que o ne­ces­sá­rio, além de que, se vo­cê fi­ca pou­co tem­po em ca­sa, é pro­vá­vel que use pou­cas rou­pas ve­lhas, pois pro­va­vel­men­te ves­ti­rá pi­ja­mas.

3 Jo­gue fo­tos

Po­de ser di­fí­cil, mas pa­ra con­se­guir con­cluir a ta­re­fa com su­ces­so, vo­cê pre­ci­sa­rá se des­fa­zer até de fo­tos. Des­fa­ça-se do pas­sa­do e fo­que na pes­soa que vo­cê é ho­je. No en­tan­to, nos di­as atu­ais, es­sa ta­re­fa é mui­to mais fá­cil, já que vo­cê tem a op­ção de di­gi­ta­li­zá-las no com­pu­ta­dor e guar­dá-las em um pen­dri­ve.

4 Não com­pre!

Pa­ra or­ga­ni­zar não é pre­ci­so com­prar. En­tão, não gas­te di­nhei­ro com­pran­do ar­má­ri­os, ca­bi­dei­ros e or­ga­ni­za­do­res. Quan­to me­nos itens vo­cê ti­ver em ca­sa, me­lhor. E lem­bre-se: a ideia é des­car­tar, e não acu­mu­lar.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.