NO AL­TO

A es­tan­te ama­re­la ga­nhou des­ta­que no pro­je­to

Casa Arrumada - - Índice - Tex­to Laís Ro­dri­gues | De­sign An­ge­la A. So­a­res

A es­tan­te ama­re­la ga­nhou des­ta­que no pro­je­to.....................................

Pa­ra or­ga­ni­zar sa­las, é ne­ces­sá­rio le­var em con­si­de­ra­ção a for­ma co­mo o es­pa­ço se­rá uti­li­za­do pe­los mo­ra­do­res. “Nes­sa sa­la de 15m², fi­ze­mos um ar­má­rio com por­ta de cor­rer em ri­pas de ma­dei­ra, pa­ra abri­gar to­dos os equi­pa­men­tos da te­vê, dei­xan­do o mó­vel do ho­me the­a­ter lim­po e or­ga­ni­za­do. To­da a par­te elé­tri­ca foi pro­je­ta­da, pa­ra evi­tar fi­os apa­ren­tes”, con­ta a ar­qui­te­ta Car­men Ca­lix­to, res­pon­sá­vel pe­la re­for­ma.

Equi­lí­brio

Co­mo o am­bi­en­te ga­nhou uma es­tan­te ama­re­la mui­to mar­can­te, os de­mais ele­men­tos fo­ram es­co­lhi­dos em tons neu­tros. A rus­ti­ci­da­de tam­bém te­ve vez no cô­mo­do: o pi­so de pe­dra, que já es­ta­va na sa­la, foi man­ti­do, e a pa­re­de atrás do so­fá re­ce­beu re­ves­ti­men­to de ci­men­to quei­ma­do.

Oti­mi­ze!

Ape­sar de ter me­tra­gem re­du­zi­da, a sa­la é al­ta e es­ta ca­rac­te­rís­ti­ca foi bem apro­vei­ta­da: a es­tan­te acom­pa­nha o pé-di­rei­to e vai até o te­to. “Pa­ra oti­mi­zar o es­pa­ço, es­co­lhe­mos um so­fá de li­nhas mais re­tas e tra­ba­lha­mos um ho­me the­a­ter bem es­trei­to e de de­sign lim­po”, com­ple­ta a ar­qui­te­ta.

Pro­je­to: Car­men Ca­lix­to Ar­qui­te­tu­ra, Be­lo Ho­ri­zon­te - MG

Pa­ra dei­xar a sa­la de te­vê mais acon­che­gan­te, Car­men op­tou por tra­ba­lhar com ilu­mi­na­ção in­di­re­ta

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.