Re­ves­tir pa­ra am­pli­ar

Tu­do nes­te ba­nhei­ro con­tri­bui pa­ra dei­xá-lo mai­or e mais con­for­tá­vel

Casa Linda - - Índice - Tex­to: Ma­ri­a­na Si­quei­ra/Co­la­bo­ra­do­ra De­sign: An­ge­la A. So­a­res

Tu­do nes­te ba­nhei­ro con­tri­bui pa­ra dei­xá-lo mai­or e mais con­for­tá­vel

Cri­ar uma at­mos­fe­ra ale­gre e jo­vem pa­ra o ba­nhei­ro de 3,20m² de um jo­vem sol­tei­ro que mo­ra so­zi­nho. Es­se foi o ob­je­ti­vo dos pro­fis­si­o­nais do es­cri­tó­rio PKB Ar­qui­te­tu­ra ao pro­je­tar es­te am­bi­en­te. “Ao in­vés de re­ves­tir a pa­re­de to­da com a mes­ma cor de pas­ti­lha, op­ta­mos por 3 tons pa­ra au­men­tar e dar mais per­so­na­li­da­de ao es­pa­ço”, ex­pli­cam os ar­qui­te­tos.

Sen­sa­ção de am­pli­tu­de

As pas­ti­lhas de vi­dro cri­a­ram um ce­ná­rio atem­po­ral, mas de uma ma­nei­ra inu­si­ta­da. Além dis­so, elas ain­da au­men­ta­ram o am­bi­en­te. “Nós uti­li­za­mos o mes­mo re­ves­ti­men­to em to­das as pa­re­des. Es­sa so­lu­ção dá a im­pres­são de um es­pa­ço mai­or, efei­to que não se­ria al­can­ça­do se des­ta­cás­se­mos uma das pa­re­des com um re­ves­ti­men­to es­tam­pa­do, por exem­plo”, con­tam os pro­fis­si­o­nais.

“Co­mo o es­pe­lho re­fle­te a pa­re­de da fren­te, que é to­da re­ves­ti­da de pas­ti­lhas, ele pra­ti­ca­men­te de­sa­pa­re­ce e aju­da a cri­ar es­sa ilu­são de um es­pa­ço ain­da mai­or”, ex­pli­cam os ar­qui­te­tos

Cor, pra que te qu­e­ro

Três co­res fo­ram uti­li­za­das pa­ra re­ves­tir as pa­re­des: cin­za, bran­co e la­ran­ja. “As du­as pri­mei­ras fo­ram usa­das nos ou­tros am­bi­en­tes do apar­ta­men­to e fa­zem a co­ne­xão com os ou­tros es­pa­ços do imó­vel”, re­ve­lam os res­pon­sá­veis. Já o la­ran­ja traz mais ale­gria ao ba­nhei­ro. “Con­se­gui­mos cri­ar fai­xas de di­fe­ren­tes tons e ta­ma­nhos, ela­bo­ran­do um de­se­nho di­fe­ren­ci­a­do, e, ain­da as­sim, apro­vei­tar 100% das pla­cas”, com­ple­tam os ar­qui­te­tos.

Lu­zes, câ­me­ra, ação!

A ilu­mi­na­ção des­te am­bi­en­te foi pen­sa­da pa­ra tor­ná-lo mais mo­der­no e, ao mes­mo tem­po, tran­qui­lo. “Tra­ba­lha­mos com lâm­pa­das di­crói­cas pa­ra evi­den­ci­ar o bri­lho das pas­ti­lhas e dar uma luz mais ge­ral e fun­ci­o­nal ao ba­nhei­ro. Além dis­so, a ba­se do es­pe­lho re­ce­beu flu­o­res­cen­tes em­bu­ti­das que pro­du­zem uma luz mais bai­xa, ide­al pa­ra to­mar um ba­nho re­la­xan­te”, ex­pli­cam os res­pon­sá­veis.

Pre­to no bran­co

No pro­je­to de 5m2 das de­sig­ners de in­te­ri­o­res Ana Val­pa­ços e Ro­sa Pra­do, da AR In­te­ri­o­res, não fal­ta­ram to­ques de con­tem­po­ra­nei­da­de: a cu­ba ex­ter­na, a tor­nei­ra in­se­ri­da no es­pe­lho e os de­ta­lhes em pre­to. “Cri­a­mos um ba­nhei­ro em du­as co­res. Com a lu­mi­no­si­da­de do bran­co e os de­ta­lhes em pre­to, con­se­gui­mos bas­tan­te mo­der­ni­da­de”, con­tam.

Em am­bi­en­tes pe­que­nos, evi­te uti­li­zar mui­tos mó­veis e pre­fi­ra ar­má­ri­os fe­cha­dos e com por­tas li­sas pa­ra ar­ma­ze­nar os ob­je­tos pes­so­ais e tam­bém pa­ra har­mo­ni­zar o lo­cal

Fo­tos: Mar­cos Bra­vo/Na­tasha Ba­ga­to­li

Pro­je­to 1: PKB Ar­qui­te­tu­ra, Ica­raí – RJ

Pro­je­to 2: AR In­te­ri­o­res, Rio de Ja­nei­ro - RJ

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.