Para tra­ba­lhar

Com dé­cor ver­sá­til, os es­cri­tó­ri­os fi­cam mais or­ga­ni­za­dos

Casa Linda - - Índice - Tex­to: Jus­sa­ra Te­ch | De­sign: Aman­da Mar­ques/Co­la­bo­ra­do­ra

Es­tú­dio em ca­sa

A ar­qui­te­ta Ju­li­a­na Pip­pi cri­ou um ho­me of­fi­ce de 11m² que reu­ne os li­vros, os dis­cos e os ins­tru­men­tos do pro­pri­e­tá­rio: “A ideia era pro­je­tar um es­pa­ço que con­cen­tras­se, ao mes­mo t em­po, t oda a i nfra­es­tru­tu­ra para es­tu­dar e fazer su­as pes­qui­sas de tra­ba­lho quan­do ele qui­ses­se e t am­bém um mi­ni es­tú­dio em ca­sa”.

Vá­ri­as lu­zes

O am­bi­en­te re­ce­beu ilu­mi­na­ção de três ti­pos: in­di­re­ta pe­la san­ca do ges­so, luz ge­ral para tra­ba­lho e luz RGB aci­ma do te­cla­do, que per­mi­te a mu­dan­ça de cli­ma.

Es­cri­va­ni­nhas

Para Bru­no Gar­cia Athay­de, ar­qui­te­to da Si­mo­net­to, o des­ta­que dos ho­me of­fi­ces são as es­cri­va­ni­nhas, que de­vem ser pro­je­ta­das de acor­do com a fun­ção e a ne­ces­si­da­de de quem vai uti­li­zar o es­pa­ço. “O prin­ci­pal ele­men­to do es­cri­tó­rio de­ve ser con­for­tá­vel e fun­ci­o­nal, na al­tu­ra ade­qua­da para o usuá­rio. A or­ga­ni­za­ção do es­pa­ço e o uso de pou­cos ob­je­tos na me­sa au­xi­lia na or­ga­ni­za­ção das ati­vi­da­des pri­o­ri­tá­ri­as do dia a dia, mas is­so va­ria do sis­te­ma de tra­ba­lho de ca­da um”, afir­ma.

Cai­xas or­ga­ni­za­do­ras

Elas atu­am tan­to co­mo ele­men­to de de­co­ra­ção, quan­to co­mo um item útil para guar­dar pa­péis, do­cu­men­tos e ou­tros ob­je­tos que não são tão uti­li­za­dos no co­ti­di­a­no.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.