Ju­li­an­ne Trevisol

Chanel and Curtos - - Primeira Página - Tex­to: La­ra Pi­res/Colaboradora | De­sign: Ra­fa­el­la Bor­to­lan/Colaboradora

Quan­do se tra­ta dos ca­be­los, mu­dan­ça

é a pa­la­vra que de­fi­ne a atriz

Uma ver­da­dei­ra ca­ma­le­oa, Ju­li­an­ne Trevisol de­ci­diu aban­do­nar os fi­os loi­ros e con­ti­nua cha­man­do aten­ção por sua be­le­za e ver­sa­ti­li­da­de. Na­ti­e­li Coghi, be­auty ar­tist do sa­lão Cri­ar by Fa­bi­nho Araú­jo, co­men­ta o no­vo vi­su­al da atriz e en­si­na co­mo re­pro­du­zi-lo.

Cor­te as­si­mé­tri­co

Ide­al pa­ra a mu­lher mo­der­na e cheia de per­so­na­li­da­de, o se­gre­do do cor­te é que ele é des­fi­a­do. “É ne­ces­sá­rio que se fa­ça uma ba­se e, de­pois, um de­gra­dê na par­te da fren­te”. O re­pi­ca­do po­de ser fei­to no to­po com a te­sou­ra. A fi­na­li­za­ção do cor­te de­ve ser com a te­sou­ra des­fi­a­dei­ra”, ex­pli­ca Na­ti­e­li.

É a vez do rui­vo!

Ou­tro as­pec­to im­por­tan­te da mu­dan­ça nas ma­dei­xas de Ju­li­an­ne é a co­lo­ra­ção. A be­auty ar­tist afir­ma que, pa­ra che­gar nes­sa to­na­li­da­de de rui­vo mais fe­cha­do com as me­chas loi­ras, a cor na­tu­ral do ca­be­lo de­ve ser le­va­da em con­ta. “Pa­ra re­pro­du­zir o tom, apli­que a co­lo­ra­ção na raiz, pa­ra que fi­que com uma cor mais es­cu­ra e, de­pois, no com­pri­men­to e pon­tas, pa­ra que fi­que mais cla­ro”, en­si­na Na­ti­e­le.

To­que fi­nal

Pa­ra fi­car pa­re­ci­do com o da atriz, é ne­ces­sá­rio que o ca­be­lo es­te­ja es­co­va­do. An­tes da se­ca­gem, é es­sen­ci­al apli­car pro­te­tor tér­mi­co e, de­pois de se­co, apli­car spray de vo­lu­me na raiz do to­po. “Use po­ma­da pa­ra mi­ni­mi­zar o frizz e mo­de­lar o fi­os da fren­te. Bor­ri­fe spray fi­xa­dor no fi­nal da pro­du­ção”, com­ple­ta Na­ti­e­li.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.