AU­TO­CRÍ­TI­CA E AUTODESTRUIÇÃO

Ciencia em foco - - AUTOCRÍTICA -

Pa­ra se aven­tu­rar no ca­mi­nho da au­to­crí­ti­ca, é pre­ci­so ter mui­to cui­da­do. Em um con­jun­to de es­tu­dos or­ga­ni­za­dos pe­la pes­qui­sa­do­ra Kelly McGo­ni­gal, da Uni­ver­si­da­de de Stan­ford, foi acom­pa­nha­da cen­te­nas de pes­so­as ten­tan­do al­can­çar um qua­dro de me­tas – des­de per­der pe­so, bus­car me­lho­res re­sul­ta­dos aca­dê­mi­cos, me­lho­rar as re­la­ções so­ci­ais ou in­cre­men­tar o de­sem­pe­nho no tra­ba­lho. Na aná­li­se, des­co­bri­ram que quan­to mais as pes­so­as cri­ti­ca­vam a si mes­mos, al­can­çar seus ob­je­ti­vos se tor­na­va mais pro­lon­ga­do e me­nos pro­vá­vel de acon­te­cer.

“Neu­ro­ci­en­tis­tas su­ge­rem que a au­to­crí­ti­ca des­lo­ca o cé­re­bro pa­ra um es­ta­do de ini­bi­ção e au­to­pu­ni­ção que nos faz des­pren­der dos nos­sos ob­je­ti­vos. Sen­tin­do-nos ame­a­ça­dos e des­mo­ra­li­za­dos, a au­to­crí­ti­ca co­lo­ca frei­os em nos­sos pla­nos pa­ra agir e nos dei­xa pri­si­o­nei­ros de um ci­clo de ru­mi­na­ção, pro­cras­ti­na­ção e ira”, ob­ser­va Mar­tin Port­ner.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.