Shop­ping con­de­na­do a pa­gar in­de­ni­za­ção

Correio da Bahia - - Bahia -

EX-FUN­CI­O­NÁ­RIA O Shop­ping Itai­ga­ra te­rá de pa­gar uma in­de­ni­za­ção de R$ 50 mil por da­nos mo­rais a uma ex-fun­ci­o­ná­ria. Maria Ge­nil­da dos San­tos Bra­ga tra­ba­lhou co­mo as­cen­so­ris­ta do shop­ping en­tre 1997 e 2011 e ale­gou ter so­fri­do maus-tra­tos por par­te da sín­di­ca do con­do­mí­nio à épo­ca, Al­da Mez­ze­di­mi Ro­za­dos. O Tri­bu­nal Re­gi­o­nal do Tra­ba­lho da 5ª Re­gião (TRT-BA), on­de o pro­ces­so cor­re des­de 2011, in­for­mou que o shop­ping ten­tou re­du­zir o va­lor da in­de­ni­za­ção, mas a Se­gun­da Tur­ma do Tri­bu­nal Su­pe­ri­or do Tra­ba­lho não re­co­nhe­ceu o re­cur­so. A sín­di­ca não tra­ba­lha mais no es­ta­be­le­ci­men­to des­de 2012. Tes­te­mu­nhas afir­ma­ram que Maria Ge­nil­da era des­tra­ta­da e xin­ga­da com pa­la­vras de bai­xo ca­lão, sen­do cha­ma­da de “pros­ti­tu­ta”, “ni­gri­nha”, “in­com­pe­ten­te”, “des­ca­ra­da” e “bur­ra”, se­gun­do in­for­ma­ções do TRT bai­a­no. De acor­do com de­poi­men­tos, a sín­di­ca Al­da ame­a­çou a empregada com dis­pen­sa, di­zen­do-lhe que ti­nha von­ta­de de es­fre­gar a sua ca­ra “con­tra a pa­re­de até san­grar”. Em no­ta, o Shop­ping Itai­ga­ra in­for­mou que o ca­so es­tá com o de­par­ta­men­to ju­rí­di­co do con­do­mí­nio des­de 2011 e que os ad­vo­ga­dos não pre­ten­dem re­cor­rer da de­ci­são.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.