Hi­dre­lé­tri­ca au­men­tou va­zão no mo­men­to que ator mer­gu­lhou

Correio da Bahia - - Variedades -

RIO SÃO FRAN­CIS­CO A mor­te do ator Do­min­gos Mon­tag­ner du­ran­te um mer­gu­lho em um tre­cho do Rio São Fran­cis­co, na ci­da­de de Ca­nin­dé, em Ser­gi­pe, po­de ga­nhar um no­vo ca­pí­tu­lo. De acor­do com in­for­ma­ções di­vul­ga­das pe­lo si­te The In­ter­cept Bra­sil, do jor­na­lis­ta Gle­en Gre­enwald, o flu­xo de água do rio foi au­men­ta­do no mo­men­to em que o ator es­ta­va se ba­nhan­do. O lo­cal em que Mon­tag­ner mor­reu fi­ca a cer­ca de dois quilô­me­tros da Hi­dre­lé­tri­ca de Xin­gó e o au­men­to e di­mi­nui­ção de água é co­mum de acor­do com a ne­ces­si­da­de de mais ou me­nos ener­gia. A al­te­ra­ção cau­sa mu­dan­ça na ve­lo­ci­da­de da água, e pro­vo­ca o au­men­to da cor­ren­te­za. Se­gun­do do­cu­men­tos di­vul­ga­dos pe­lo si­te, a usi­na pro­vo­cou au­men­to da va­zão en­tre 13h e 14h, en­quan­to o cha­ma­do de so­cor­ro re­ce­bi­do pe­lo Cor­po de Bom­bei­ros acon­te­ceu às 13h56. Ape­sar das in­for­ma­ções da Com­pa­nhia, não é pos­sí­vel cra­var que o au­men­to do flu­xo te­nha cau­sa­do a mor­te do ator.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.