O po­der e o vo­to

Correio da Bahia - - Mais -

O dia da elei­ção é o úni­co mo­men­to no pro­ces­so de­mo­crá­ti­co em que o po­vo tem imu­ni­da­de. Nes­se mo­men­to, ne­nhum elei­tor po­de ser pre­so ou pro­ces­sa­do, a não ser em fla­gran­te de­li­to. No dia da elei­ção, pe­lo me­nos te­o­ri­ca­men­te, o po­der vol­ta às mãos do elei­tor e, por ser a fon­te des­se po­der, ele se tor­na imu­ne. Nes­se do­min­go, o po­der es­tá nas mãos do elei­tor, que de­ve es­co­lher com ex­tre­mo cui­da­do aque­les que vão ad­mi­nis­trar sua ci­da­de em seu no­me nos pró­xi­mos qua­tro anos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.