Eles es­tão che­gan­do

Correio da Bahia - - Mais - Thais Bor­ges thais.bor­ges@re­de­bahia.com.br

Qu­an­do os tra­ba­lhos co­me­ça­rem na Câ­ma­ra Mu­ni­ci­pal, em 2017, a ci­da­de vai fi­nal­men­te co­nhe­cer me­lhor os 15 no­vos ocu­pan­tes das ca­dei­ras da Ca­sa – de 43 ve­re­a­do­res, es­se se­rá o nú­me­ro de no­va­tos. Nes­sas elei­ções, o ín­di­ce de re­no­va­ção che­gou a 35%. Mas, en­quan­to 2017 não che­ga, o COR­REIO pre­pa­rou uma lis­ta com per­fis dos 15 re­cém-che­ga­dos – que in­clu­em cin­co que já ti­ve­ram man­da­to em mo­men­tos an­te­ri­o­res. En­quan­to is­so, os ou­tros dez são os ca­lou­ros de ver­da­de, que ca­mi­nham pa­ra ini­ci­ar seu pri­mei­ro man­da­to.

Éo­ca­so­da­es­tu­dan­teMar­cel­le Mo­ra­es (PV), a mu­lher mais vo­ta­da (3ª co­lo­ca­da no ge­ral), além de ser a mais jo­vem elei­ta, com 24 anos. Ir­mã do de­pu­ta­do es­ta­du­al Mar­cell Mo­ra­es (PV), Mar­cel­le é, as­sim co­mo ele, apoi­a­do­ra da cau­sa ani­mal.

Es­tu­dan­te de Odon­to­lo­gia, a jo­vem es­tá na ONG Gru­po Eco­ló­gi­co Ami­gos da On­ça (Ge­a­mo) há oi­to anos. Há se­te, pre­si­de a en­ti­da­de. Ape­sar da atu­a­ção, a de­ci­são de en­trar pa­ra a po­lí­ti­ca e se lan­çar can­di­da­ta veio só há um ano. “Sem­pre acom­pa­nho mui­to da po­lí­ti­ca de­vi­do à atu­a­ção do meu ir­mão, mas sou pro­te­to­ra de ani­mais”, dis­se.

Se em ca­sa a mais no­va de três ir­mãos cui­da dos vi­ra-la­tas Bug, Ita­ca­ré, Di e Lui­za, na ca­sa le­gis­la­ti­va pro­me­te tra­ba­lhar por to­dos os ani­mais da ci­da­de. “A gen­te já tem al­guns pro­je­tos em men­te. Te­mos a cri­a­ção do Cas­tra­mó­vel, tra­zer ou­tra Sa­mu­vet (am­bu­lân­cia) e pro­por um hos­pi­tal pú­bli­co ve­te­ri­ná­rio”.

MAIS MU­LHE­RES

A mu­dan­ça na Câ­ma­ra atin­giu bas­tan­te a ban­ca­da fe­mi­ni­na – que pas­sou de cin­co pa­ra oi­to par­la­men­ta­res. Ain­da as­sim, são ape­nas 20% das ca­dei­ras. Mas is­so não de­sa­ni­ma a tam­bém es­tre­an­te Lo­re­na Bran­dão (PSC). Aos 43 anos, é di­fí­cil apon­tar sua prin­ci­pal ocu­pa­ção: ad­vo­ga­da, co­a­ch in­te­gral sis­tê­mi­co, es­pe­ci­a­lis­ta em Te­o­lo­gia, pro­fes­so­ra uni­ver­si­tá­ria, bis­pa da Igre­ja Ba­tis­ta do Ca­mi­nho das Ár­vo­res. Lo­re­na não pre­ci­sa­ria que adi­ci­o­nás­se­mos es­sa úl­ti­ma in­for­ma­ção, mas va­le a cu­ri­o­si­da­de: é fi­lha do fa­mo­so pas­tor Áti­la Bran­dão.

Pa­ra ela, con­tu­do, não há dú­vi­das de qual se­ja seu prin­ci­pal car­go na vi­da: ser “es­po­sa de Sér­gio Por­tel­la, mãe de Ga­bri­el­le há 17 anos e de Rafael há 11”. “Em pri­mei­ro lu­gar no meu cur­rí­cu­lo, sou es­po­sa e mãe. As ou­tras coi­sas que fa­ço são nas ho­ras ex­tras”, brin­cou ela, que te­rá co­mo uma das ban­dei­ras es­tru­tu­rar a De­fen­so­ria Pú­bli­ca no âm­bi­to do mu­ni­cí­pio.

Ou­tra mu­lher e no­va­ta é a ra­di­a­lis­ta Ireu­da Sil­va (PRB). Co­or­de­na­do­ra de es­tú­dio da TV Iurd, foi con­vi­da­da à po­lí­ti­ca por con­ta do tra­ba­lho so­ci­al que de­sen­vol­ve na Igre­ja Uni­ver­sal. Ireu­da é di­vor­ci­a­da e tem qua­tro fi­lhos, in­cluin­do um ca­sal de gê­me­os de 21 anos, e diz que a vo­ta­ção ex­pres­si­va foi uma sur­pre­sa. “Me sen­ti hon­ra­da, ama­da pe­la po­pu­la­ção”, co­men­tou.

Ireu­da só se in­co­mo­da com uma coi­sa: que di­gam que ela é pas­to­ra. “Sou ra­di­a­lis­ta de pro­fis­são, sou co­or­de­na­do­ra na TV, mas não sou pas­to­ra. Sou cris­tã, sim, mas não pas­to­ra”, re­for­çou. NA CO­LA DO PRE­FEI­TO

Além do au­men­to da ban­ca­da fe­mi­ni­na, a no­va Câ­ma­ra re­fle­tiu a re­e­lei­ção de ACM Ne­to (DEM). A ba­se do pre­fei­to, que ho­je é de 30 ve­re­a­do­res, pas­sa­rá a ser de 32. En­tre os 15 que vão che­gar em 2017, 12 são pró-Ne­to. Um de­les é o ad­vo­ga­do Ale­xan­dre Ale­luia (DEM). Fi­lho do de­pu­ta­do fe­de­ral Jo­sé Car­los Ale­luia (DEM), ele pas­sou um tem­po na ini­ci­a­ti­va pri­va­da, mas diz que a po­lí­ti­ca es­tá em sua vi­da des­de os 6 anos.

Na co­la do pre­fei­to re­e­lei­to, so­bre quem atri­bui o su­ces­so elei­to­ral ao fa­to de es­tar “to­can­do a ci­da­de, fa­zen­do po­lí­ti­ca de ges­tão mo­der­na e mis­tu­ran­do ju­ven­tu­de e ex­pe­ri­ên­cia”, diz que pre­ten­de tra­zer o pro­je­to Es­co­la Sem Par­ti­do pa­ra ser dis­cu­ti­do na Ca­sa. “É um pro­je­to de lei que com­ba­te a dou­tri­na­ção ide­o­ló­gi­ca nas es­co­las e pro­cu­ra não ve­dar a par­ti­ci­pa­ção da fa­mí­lia”, adi­an­tou.

Quem são os 15 no­vos ve­re­a­do­res que en­tram na Câ­ma­ra em 2017

EX­PE­RI­ÊN­CIA PRÉ­VIA

Ou­tro es­tre­an­te, Fe­li­pe Lu­cas (PMDB) che­gou a tra­ba­lhar na pre­fei­tu­ra re­cen­te­men­te, en­tre 2013 a ju­nho des­te ano. Na fun­ção de che­fe de ga­bi­ne­te da Se­cre­ta­ria de In­fra­es­tru­tu­ra (Sin­dec), foi um dos res­pon­sá­veis por pro­je­tos co­mo o Mo­rar Me­lhor, que pro­mo­ve in­ter­ven­ções em re­si­dên­ci­as de bair­ros po­pu­la­res, e do Ca­sa Le­gal, que con­ce­de tí­tu­los de mo­ra­dia.

Com 56 bair­ros em sua lis­ta de atu­a­ção, diz que pre­ci­sou ser con­ven­ci­do a dis­pu­tar uma va­ga na Câ­ma­ra. “Es­se con­ta­to com a co­mu­ni­da­de me se­du­ziu e fez pen­sar”, con­tou ele, que aca­bou com as dú­vi­das após con­ver­sas com o mi­nis­tro Ged­del Vi­ei­ra Li­ma e o de­pu­ta­do fe­de­ral Lú­cio Vi­ei­ra Li­ma, ir­mãos que co­man­dam o PMDB bai­a­no.

Na Câ­ma­ra, pre­ten­de fo­car em pro­je­tos so­bre es­por­te. Ho­je é um dos apoi­a­do­res do pro­je­to Boa Lu­ta, que dá au­las de jiu-jit­su gra­tui­tas pa­ra jo­vens na Bo­ca do Rio. “É o es­por­te co­mo fer­ra­men­ta de in­clu­são so­ci­al.”

Par­ti­do PRB

Ida­de 50 anos

Ocu­pa­ção Ad­vo­ga­da e ra­di­a­lis­ta

E mais Já foi mi­nis­si­o­ná­ria evangélica. Mo­rou na Áfri­ca, em paí­ses co­mo An­go­la e Mo­çam­bi­que, por qua­se 15 anos

Par­ti­do Par­ti­do – PRB

Ida­de 51 anos

Ocu­pa­ção Co­or­de­na­do­ra de es­tú­dio da TV Iurd. Ape­sar do que di­zem por aí, não é pas­to­ra. E mais Mãe de qua­tro fi­lhos, in­clu­si­ve um ca­sal de gê­me­os de 21 anos

Par­ti­do PHS

Ida­de 32 anos

Ocu­pa­ção Can­tor e com­po­si­tor E mais Igor não se cha­ma Igor. Seu ver­da­dei­ro no­me é An­der­son Ma­cha­do de Je­sus

Par­ti­do PMDB

Ida­de 42 anos

Ocu­pa­ção Ad­mi­nis­tra­dor

E mais É ir­mão do de­pu­ta­do es­ta­du­al Da­vid Ri­os (PMDB)

Par­ti­do DEM

Ida­de 54 anos

Ocu­pa­ção Mé­di­co

E mais Já foi ve­re­a­dor, de­pu­ta­do e, em 2013, se­cre­tá­rio mu­ni­ci­pal de Pro­mo­ção So­ci­al

Par­ti­do PV

Ida­de 41 anos

Ocu­pa­ção Ad­mi­nis­tra­dor

E mais Tam­bém já foi ve­re­a­dor

Par­ti­do PC­doB

Ida­de 50 anos

Ocu­pa­ção Ro­do­viá­rio

E mais Hé­lio é o pre­si­den­te li­cen­ci­a­do do Sin­di­ca­to dos Ro­do­viá­ri­os. No PC­doB, não de­ve com­por a ba­se do pre­fei­to ACM Ne­to

Par­ti­do PSC

Ida­de 43 anos

Ocu­pa­ção Ad­vo­ga­da, pro­fes­so­ra de Di­rei­to, co­a­ch e bis­pa E mais Fi­lha do pas­tor Áti­la Bran­dão, é ca­sa­da e tem dois fi­lhos

Par­ti­do PHS

Ida­de 58 anos

Ocu­pa­ção Pro­fes­sor

E mais Téo, que era di­re­tor de es­por­tes do mu­ni­cí­pio até a me­ta­de do ano, foi elei­to com ba­se em um cri­té­rio de de­sem­pa­te por ida­de

Par­ti­do PT

Ida­de 59 anos

Ocu­pa­ção Pro­fes­so­ra

E mais Já foi ve­re­a­do­ra e é mi­li­tan­te fe­mi­nis­ta. No PT, não de­ve com­por a ba­se do pre­fei­to ACM Ne­to

Par­ti­do PSDB

Ida­de 69 anos

Ocu­pa­ção Mé­di­co.

E mais Já foi ve­re­a­dor. É na­tu­ral de São Gon­ça­lo dos Cam­pos

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.