Va­lor de imó­veis tem per­da re­al e mo­men­to é bom pa­ra com­prar

Correio da Bahia - - Economia -

PES­QUI­SA DA FIPE Di­an­te do ce­ná­rio de que­da con­tí­nua no pre­ço de ven­da dos imó­veis, im­pac­ta­do pe­la in­fla­ção em al­ta, o mo­men­to é fa­vo­rá­vel pa­ra qu­em de­se­ja sair do alu­guel e ad­qui­rir a ca­sa pró­pria. De acor­do com da­dos di­vul­ga­dos on­tem pe­lo Ín­di­ce FipZap que acom­pa­nhou o pre­ço mé­dio em 20 mu­ni­cí­pi­os, a va­ri­a­ção de au­men­to ain­da é me­nor que a in­fla­ção re­gis­tra­da no pe­río­do. Em Sal­va­dor, a va­ri­a­ção men­sal no mês de se­tem­bro foi de

0,38% e acu­mu­lou uma al­ta de 1,31% no ano. No en­tan­to, o Ín­di­ce Na­ci­o­nal de Pre­ços ao Con­su­mi­dor Am­plo (IPCA) su­biu no mes­mo mês 0,24% e já acu­mu­la va­ri­a­ção no ano de 5,91% (ve­ja no in­fo­grá­fi­co ao la­do). “Nos úl­ti­mos me­ses, o va­lor do imó­vel con­ti­nua bem abai­xo da in­fla­ção, em ter­mos re­ais de va­lor de com­pra”, ex­pli­ca o eco­no­mis­ta da Fun­da­ção Ins­ti­tu­to de Pes­qui­sas Econô­mi­cas (Fipe), Ra­o­ne Cos­ta. Em ter­mos de Bra­sil, o au­men­to em se­tem­bro foi de 0,12%, o mai­or em 14 me­ses. “Ain­da não che­gou a uma es­ta­bi­li­da­de, mas a des­va­lo­ri­za­ção re­gis­tra­da nes­te úl­ti­mo le­van­ta­men­to é a me­nor”, acres­cen­ta Cos­ta. Em Sal­va­dor, o pre­ço mé­dio por m² cus­ta R$ 4.518, va­lor que é 59,8% mais ba­ra­to do que a mé­dia na­ci­o­nal que che­ga a R$ 7.644. A ten­dên­cia é que com a re­to­ma­da da eco­no­mia, os imó­veis fi­quem mais ca­ros. “Em al­gum mo­men­to, o pre­ço do imó­vel vai pa­rar de per­der pa­ra a in­fla­ção. Com a re­to­ma­da da eco­no­mia, os imó­veis de­vem se va­lo­ri­zar. Se a de­man­da vi­rar, o se­tor tam­bém me­lho­ra. Es­sa ex­pec­ta­ti­va ain­da de­pen­de mui­to do com­por­ta­men­to da eco­no­mia co­mo um to­do”, ana­li­sa.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.