Pro­cu­ra­do­ria ar­qui­va uma das de­nún­ci­as con­tra An­to­nio Pa­loc­ci

Correio da Bahia - - Brasil -

DES­PA­CHO A Pro­cu­ra­do­ria da Re­pú­bli­ca do Dis­tri­to Fe­de­ral de­ci­diu ar­qui­var par­te de uma in­ves­ti­ga­ção, aber­ta em 2011, pa­ra apu­rar se o ex-mi­nis­tro da Ca­sa Ci­vil An­to­nio Pa­loc­ci atu­ou li­ci­ta­men­te em fa­vor de em­pre­sas pri­va­das. Em ou­tro des­pa­cho, o pro­cu­ra­dor res­pon­sá­vel pe­lo pro­ce­di­men­to, Fre­de­ri­co Paiva, de­ter­mi­nou o des­mem­bra­men­to do ca­so e a con­ti­nui­da­de das in­ves­ti­ga­ções que en­vol­vi­am a re­la­ção da em­pre­sa de con­sul­to­ria de Pa­loc­ci - a Pro­je­to - com os gru­pos em­pre­sa­ri­ais Ca­oa e Pão de Açú­car. Paiva ar­qui­vou a apu­ra­ção que mi­ra­va em apro­xi­ma­da­men­te 20 em­pre­sas. Pa­ra o pro­cu­ra­dor, nes­ses ca­sos, não foi pos­sí­vel iden­ti­fi­car pro­vas de que Pa­loc­ci te­nha co­me­ti­do cri­mes. “Se hou­ve ou não trá­fi­co de in­fluên­cia, ou qual­quer ati­tu­de ilí­ci­ta que de­mons­tras­se sua des­le­al­da­de aos prin­cí­pi­os re­gen­tes da ad­mi­nis­tra- ção pú­bli­ca, até o mo­men­to não hou­ve in­dí­cio ou pro­va des­sa ocor­rên­cia[...]”, jus­ti­fi­cou o pro­cu­ra­dor. A em­pre­sa do ex-mi­nis­tro, Pro­je­to Con­sul­to­ria, re­ce­beu R$ 24 mi­lhões de di­ver­sos gru­pos pri­va­dos en­tre 2008 e 2011, pe­río­do em que ele foi de­pu­ta­do fe­de­ral e che­fe da Ca­sa Ci­vil. No que diz res­pei­to à Ca­oa e ao Pão de Açú­car, po­rém, o pro­cu­ra­dor en­xer­ga a ne­ces­si­da­de de apro­fun­dar as in­ves­ti­ga­ções.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.