24h Lu­la é in­di­ci­a­do por cor­rup­ção em ação pa­ra be­ne­fi­ci­ar o so­bri­nho

Correio da Bahia - - Brasil -

ANGOLA A Po­lí­cia Fe­de­ral

(PF) in­di­ci­ou o ex-pre­si­den­te Luiz Iná­cio Lu­la da Sil­va por cor­rup­ção. A PF tam­bém in­di­ci­ou o em­pre­sá­rio Mar­ce­lo Ode­bre­cht e Tai­gua­ra Rodrigues, so­bri­nho de Lu­la, es­tes dois por cor­rup­ção e la­va­gem de di­nhei­ro. O ex-pre­si­den­te te­ria be­ne­fi­ci­a­do o so­bri­nho por meio da Ode­bre­cht em con­tra­tos em Angola. Foi na obra de am­pli­a­ção e mo­der­ni­za­ção da hi­dre­lé­tri­ca de Cam­bam­be, no país afri­ca­no, con­tu­do, que o em­pre­sá­rio fir­mou um con­tra­to mi­li­o­ná­rio com a Ode­bre­cht, em 2012 - que es­tá ago­ra na mi­ra dos in­ves­ti­ga­do­res.

Sua em­pre­sa Exer­gia fe­chou um con­tra­to de pres­ta­ção de ser­vi­ços pa­ra a em­prei­tei­ra na­que­le ano no va­lor de R$ 3,5 mi­lhões. Tai­gua­ra é fi­lho de Ja­cin­to Ri­bei­ro dos San­tos, o Lam­ba­ri, ami­go de Lu­la na ju­ven­tu­de e ir­mão da pri­mei­ra mu­lher do ex-pre­si­den­te, já fa­le­ci­da. Mo­ra­dor de San­tos, no li­to­ral pau­lis­ta, ele atu­a­va no ra­mo de fe­cha­men­to de va­ran­das e vi­a­jou pa­ra Angola pa­ra co­me­çar ne­gó­ci­os no país em 2007. Al­vo de man­da­do de con­du­ção co­er­ci­ti­va da Ope­ra­ção Ja­nus, da Po­lí­cia Fe­de­ral, em 20 de maio des­te ano, o em­pre­sá­rio Tai­gua­ra Rodrigues dos San­tos os­ten­ta em seu cur­rí­cu­lo atu­a­ção em obras de em­prei­tei­ras fi­nan­ci­a­das pe­lo BNDES no ex­te­ri­or na es­tei­ra da po­lí­ti­ca de apro­xi­ma­ção com paí­ses afri­ca­nos du­ran­te os dois man­da­tos de Lu­la (2003/2010).

O acer­to en­tre a Ode­bre­cht e a Exer­gia foi for­ma­li­za­do no mes­mo ano em que a em­prei­tei­ra con­se­guiu no Ban­co Na­ci­o­nal de De­sen­vol­vi­men­to Econô­mi­co e So­ci­al (BNDES) um fi­nan­ci­a­men­to pa­ra re­a­li­zar es­se pro­je­to na Áfri­ca. O epi­só­dio le­vou o Mi­nis­té­rio Pú­bli­co a abrir inqué­ri­to pa­ra in­ves­ti­gar a sus­pei­ta de trá­fi­co de in­fluên­cia de Lu­la em be­ne­fí­cio da em­prei­tei­ra. Lu­la já pres­tou de­poi­men­to so­bre o ca­so. Se­gun­do as in­ves­ti­ga­ções da Po­lí­cia Fe­de­ral, a obra re­ce­beu um apor­te de US$ 464 mi­lhões do ban­co. Em de­poi­men­to à CPI do BNDES no ano pas­sa­do, o em­pre­sá­rio ad­mi­tiu os con­tra­tos com a em­prei­tei­ra. Na oca­sião, ele fa­lou por qua­tro ho­ras à co­mis­são, e dis­se que o va­lor é re­fe­ren­te a ser­vi­ços de son­da­gem, ava­li­a­ção da to­po­gra­fia e ge­ren­ci­a­men­to de obras pres­ta­dos pe­la em­pre­sa. Se­gun­do Tai­gua­ra, to­dos os con­tra­tos fo­ram ob­ti­dos por meio de li­ci­ta­ções den­tro da em­prei­tei­ra.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.