Gil­mar Men­des iro­ni­za no­ta de MP e de­fen­de te­to

Correio da Bahia - - Mais -

O pre­si­den­te do Tri­bu­nal Su­pe­ri­or Elei­to­ral (TSE), mi­nis­tro Gil­mar Men­des, cri­ti­cou, na ma­nhã de on­tem, a no­ta da Pro­cu­ra­do­ria-Ge­ral da Re­pú­bli­ca (PGR), di­vul­ga­da na úl­ti­ma sex­ta-fei­ra con­tra a Pro­pos­ta de Emen­da à Cons­ti­tui­ção 241, a PEC do Te­to dos Gas­tos Pú­bli­cos. “Não con­si­go en­ten­der o al­can­ce des­sa pro­pos­ta. A União tem que se en­di­vi­dar pa­ra pa­gar os ri­cos pro­cu­ra­do­res da Re­pú­bli­ca?”

Gil­mar dis­se que o TSE “re­co­nhe­ce” a ne­ces­si­da­de dos cor­tes e que a ins­ti­tui­ção es­tá fron­tal­men­te con­tra o po­si­ci­o­na­men­to da PGR. Se­gun­do ele, a no­ta do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co in­di­ca que os pro­cu­ra­do­res con­si­de­ram que so­men­te uma par­te da so­ci­e­da­de po­de so­frer cor­tes. “Eu não sei nem qua­li­fi­car o ab­sur­do des­sa di­va­ga­ção do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co”, com­ple­tou.

Na no­ta téc­ni­ca en­vi­a­da ao Con­gres­so, a PGR pe­diu o ar­qui­va­men­to da PEC do Te­to por­que ela se­ria in­cons­ti­tu­ci­o­nal, pois fe­re a cláu­su­la pé­trea da se­pa­ra­ção dos po­de­res e ame­a­ça as ações de com­ba­te à cor­rup­ção. Pa­ra a PGR, a PEC cria uma ideia de “su­pe­rór­gão” do po­der Exe­cu­ti­vo que, “a pre­tex­to de tra­zer a tra­je­tó­ria da dí­vi­da pú­bli­ca pa­ra ní­veis sus­ten­tá­veis, pas­sa­rá a con­tro­lar os de­mais po­de­res ain­da que de ma­nei­ra in­di­re­ta, in­vi­a­bi­li­zan­do o cum­pri­men­to de su­as fun­ções cons­ti­tu­ci­o­nais e ins­ti­tu­ci­o­nais”. En­tre as al­te­ra­ções su­ge­ri­das pe­la PGR es­tá a re­du­ção pe­la me­ta­de do tem­po de vi­gên­cia da pro­pos­ta. “A PEC 241 ins­ti­tui o No­vo Re­gi­me Fis­cal pe­los pró­xi­mos 20 anos, pra­zo su­fi­ci­en­te pa­ra li­mi­tar, pre­ju­di­car, en­fra­que­cer o de­sem­pe­nho do po­der Ju­di­ciá­rio e de­mais ins­ti­tui­ções do Sis­te­ma de Justiça e, nes­se al­can­ce, di­mi­nuir a atu­a­ção no com­ba­te às de­man­das de que ne­ces­si­ta a so­ci­e­da­de, en­tre as quais o com­ba­te à cor­rup­ção”. Pe­la tar­de, o TSE emi­tiu sua no­ta téc­ni­ca, na qual apoia a PEC. “As me­di­das pro­pos­tas mos­tram-se in­dis­pen­sá­veis di­an­te do pre­cá­rio qua­dro das fi­nan­ças pú­bli­cas, so­bre­tu­do pe­la que­da de ar­re­ca­da­ção em ra­zão da pro­fun­da re­tra­ção econô­mi­ca (...) o mo­men­to exi­ge gran­de­za e, pa­ra tan­to, pres­su­põe-se a ob­ser­vân­cia do prin­cí­pio da res­pon­sa­bi­li­da­de fis­cal, sob pe­na de re­tor­nar­mos ao com­ple­to des­con­tro­le das con­tas pú­bli­cas”, diz o tex­to do TSE.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.