‘En­quan­to es­ti­ver vi­va, cor­ro atrás pa­ra elas’

Correio da Bahia - - Mais -

Com olhos ví­vi­dos, Ana Vi­tó­ria, 3 me­ses, já en­ca­rou uma ba­ta­lha: pas­sou por exa­me de DNA. Quan­do a mãe, a di­a­ris­ta Ana San­ta­na, 25, es­ta­va grá­vi­da de oi­to me­ses, foi ex­pul­sa de ca­sa pe­lo com­pa­nhei­ro, ain­da com um fi­lho de 3 anos a ti­ra­co­lo. “Ele co­me­çou a di­zer que ela não era fi­lha de­le”. Foi ao Nu­par. Ho­je, Ana Vi­tó­ria tem o no­me do pai no re­gis­tro, mas a mãe ain­da lu­ta pa­ra que o ex cum­pra acor­do de pen­são pa­ra os dois fi­lhos. “Lu­tei por is­so por­que não qu­e­ria que dis­ses­sem na es­co­la que ela não tem no­me do pai”, diz ela, que pa­ga o alu­guel de R$ 200 da ca­sa em Fa­zen­da Cou­tos on­de mo­ra com os fi­lhos. A pe­re­gri­na­ção da ca­be­lei­rei­ra Fa­bi­a­na Conceição, 29, co­me­çou pa­ra ga­ran­tir o re­gis­tro da se­gun­da fi­lha, Ste­fany Vi­tó­ria, 1 ano e 8 me­ses. Após se se­pa­rar do pai da me­ni­na e da fi­lha mais ve­lha, de 7 anos, e ser es­fa­que­a­da por ele, Fa­bi­a­na co­me­çou um no­vo re­la­ci­o­na­men­to - com o pai do fi­lho mais no­vo, de 3 me­ses. Na épo­ca que ter­mi­nou com o ex, es­ta­va grá­vi­da de cin­co me­ses, quan­do o ex pas­sou a di­zer que a fi­lha não era de­le. “Ago­ra, es­tou cor­ren­do atrás da pen­são, que não pa­ga há se­te me­ses”. Diz já ter si­do ame­a­ça­da, mas man­tém-se fir­me. “En­quan­to es­ti­ver vi­va, vou cor­rer atrás das coi­sas pa­ra elas”.

Fa­bi­a­na lu­ta por pen­são pa­ra fi­lha

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.