Mor­re, aos 90 anos, o ator e dra­ma­tur­go ita­li­a­no Da­rio Fo

Correio da Bahia - - Variedades -

LU­TO No mes­mo dia em que a Aca­de­mia Su­e­ca anun­ci­ou o no­me de Bob Dy­lan co­mo Prê­mio No­bel de Li­te­ra­tu­ra 2016, um ou­tro lau­re­a­do de­sa­pa­re­ceu. A mor­te do es­cri­tor, dra­ma­tur­go e ator ita­li­a­no Da­rio Fo, 90 anos, ven­ce­dor da edi­ção de 1997, foi co­mu­ni­ca­da, on­tem , pe­lo go­ver­no da Itá­lia. Ví­ti­ma de uma in­su­fi­ci­ên­cia res­pi­ra­tó­ria cau­sa­da por pro­ble­mas pul­mo­na­res que en­fren­ta­va ha­via vá­ri­os anos, Fo se­rá se­pul­ta­do ho­je, após uma ce­rimô­nia re­a­li­za­da no cen­tro de Mi­lão. Nas­ci­do em 24 de mar­ço de 1926 na re­gião da Lom­bar­dia, nor­te da Itá­lia, Fo foi cri­a­do em meio a um bol­são ope­rá­rio an­ti­fas­cis­ta, cir­cuns­tân­cia que mar­ca­ria sua éti­ca pes­so­al, sua apro­xi­ma­ção do anar­quis­mo e sua car­rei­ra co­mo es­cri­tor e dra­ma­tur­go. Es­tu­dan­te de Ar­qui­te­tu­ra, mi­grou nos anos 1950 pa­ra o te­a­tro, quan­do co­me­çou a es­cre­ver mo­nó­lo­gos mar­ca­dos pe­lo hu­mor e pe­la iro­nia sob um for­te tom de crí­ti­ca so­ci­al.

O dra­ma­tur­go ita­li­a­no Da­rio Fo

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.