Ca­chês no São João fo­ram in­ves­ti­ga­dos

Correio da Bahia - - Mais -

No úl­ti­mo São João, o Ministério Pú­bli­co Fe­de­ral in­ves­ti­gou ir­re­gu­la­ri­da­des na con­tra­ta­ção de ar­tis­tas pa­ra os fes­te­jos em Ca­ru­a­ru, no Agres­te de Per­nam­bu­co. De acor­do com a as­ses­so­ria do ór­gão, os ar­tis­tas co­bra­vam va­lo­res di­fe­ren­tes pa­ra se apre­sen­tar na ci­da­de e em Cam­pi­na Gran­de. Se­gun­do o MPF, Wes­ley Sa­fa­dão foi con­tra­ta­do por R$ 575 mil na Ca­pi­tal do For­ró e por R$ 195 mil no mu­ni­cí­pio pa­rai­ba­no.

O show do can­tor che­gou a ser sus­pen­so, mas a Jus­ti­ça au­to­ri­zou a pre­fei­tu­ra a man­ter a apre­sen­ta­ção.

Na investigação, o MPF in­for­mou que “a par­tir de con­sul­ta ao Por­tal da Trans­pa­rên­cia, a Pre­fei­tu­ra de Ca­ru­a­ru pa­ga­ria va­lo­res bem mais al­tos pe­los mes­mos shows pro­gra­ma­dos pa­ra o São João de Cam­pi­na Gran­de”. As di­fe­ren­ças fo­ram ve­ri­fi­ca­das em apre­sen­ta­ções de Wes­ley Sa­fa­dão, El­ba Ra­ma­lho e Aviões do For­ró.

A ban­da Aviões do For­ró co­brou R$ 250 mil no mu­ni­cí­pio per­nam­bu­ca­no e R$ 195 mil na ci­da­de pa­rai­ba­na. Já El­ba Ra­ma­lho re­ce­beu pe­lo show em Ca­ru­a­ru R$ 190 mil e R$ 160 mil pa­ra se apre­sen­tar em Cam­pi­na Gran­de, se­gun­do o Ministério Pú­bli­co.

Pas­sa­dos os fes­te­jos ju­ni­nos, o Ministério Pú­bli­co man­te­ve a investigação e acom­pa­nha o pa­ga­men­to dos va­lo­res aos ar­tis­tas.

A Pre­fei­tu­ra de Ca­ru­a­ru ex­pli­cou, na épo­ca da fes­ta, que os va­lo­res pa­gos aos ar­tis­tas en­vol­vi­am to­das as des­pe­sas – além do ca­chê, os cus­tos com des­lo­ca­men­to, ali­men­ta­ção, etc – en­quan­to e pre­fei­tu­ra de Cam­pi­na Gran­de ex­pli­cou ter pa­go me­nos por ne­go­ci­ar com an­te­ce­dên­cia.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.