Se­tor de Ser­vi­ços bai­a­no cai 1,7% em vo­lu­me e 1,8% em re­cei­ta

Correio da Bahia - - Economia -

NÚ­ME­ROS DO IBGE O vo­lu­me do Se­tor de Ser­vi­ços re­cu­ou 1,7% na Bahia na com­pa­ra­ção en­tre agos­to e ju­lho des­te ano, na sé­rie li­vre de in­fluên­ci­as sa­zo­nais. Em re­la­ção a agos­to de 2015, a que­da foi de 12,1%. A re­tra­ção acu­mu­la­da nos oi­to pri­mei­ros me­ses de 2016 (ja­nei­ro a agos­to) é de 8,9%. E, em 12 me­ses, de 9,8%. As in­for­ma­ções cons­tam da Pes­qui­sa Men­sal de Ser­vi­ços apre­sen­ta­da on­tem pe­lo Ins­ti­tu­to Bra­si­lei­ro de Ge­o­gra­fia e Es­ta­tís­ti­ca (IBGE). Em ter­mos de re­cei­ta no­mi­nal, a que­da ob­ser­va­da no Se­tor de Ser­vi­ços bai­a­no en­tre agos­to e ju­lho foi da or­dem de 1,8%. Já na com­pra­ção com agos­to de 2015, o re­cuo foi de 6,9%. Que­das tam­bém fo­ram re­gis­tra­das no acu­mu­la­do do ano até agos­to, 3,4%, e no pe­río­do dos úl­ti­mos 12 me­ses, 4,3%. Na­ci­o­nal­men­te, o Se­tor de Ser­vi­ços tam­bém apre­sen­tou que­da na com­pa­ra­ção men­sal: 1,6% em vo­lu­me, e 0,4% em re­cei­ta no­mi­nal. Nos oi­tos me­ses de 2016, o vo­lu­me apre­sen­ta um re­cuo de 4,7%. Já a re­cei­ta, nes­te mes­mo pe­río­do, re­gis­tra uma le­ve al­ta, de 0,5%. Os de­pu­ta­dos apro­va­ram o Pro­je­to de Lei que am­plia o pra­zo de par­ce­la­men­to de dí­vi­das tri­bu­tá­ri­as de 60 pa­ra 120 me­ses. Tam­bém ele­va, a par­tir de 2018, o te­to anu­al de fa­tu­ra­men­to do Mi­cro­em­pre­en­de­dor In­di­vi­du­al (MEI) de R$ 60 mil pa­ra R$ 81 mil. Mais de 500 em­pre­en­de­do­res par­ti­ci­pa­ram da con­sul­to­ria a dis­tân­cia do Se­brae Bahia no 1º se­mes­tre e o ní­vel de sa­tis­fa­ção pas­sa de 95%. Até o fim do ano, a ins­ti­tui­ção es­pe­ra re­a­li­zar 62 mil aten­di­men­tos a dis­tân­cia, al­can­çan­do 50% do to­tal de aten­di­men­tos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.