Co­me­ça a ga­nhar for­ma

Correio da Bahia - - Esporte - Fernanda Va­re­la fernanda.va­re­la@re­de­bahia.com.br

“Quem es­tá com a per­na can­sa­da, fa­la lo­go”. Di­an­te do re­ca­do do téc­ni­co Ar­gel Fucks, ne­nhum jo­ga­dor le­van­tou a mão. On­tem, na To­ca do Leão, não ti­nha es­pa­ço pa­ra can­sa­ço. O que se via em cam­po era von­ta­de de con­quis­tar va­ga no ti­me ti­tu­lar e ser um dos res­pon­sá­veis por ten­tar ti­rar o Vi­tó­ria da zo­na de re­bai­xa­men­to. A pri­mei­ra mis­são pa­ra is­so se­rá do­min­go, às 16h, con­tra o Cru­zei­ro, no Bar­ra­dão.

En­tre tan­tos vo­lun­tá­ri­os pa­ra ga­nhar a ca­mi­sa de ti­tu­lar, três saí­ram na fren­te. Na za­ga, Ar­gel ini­ci­ou o trei­no com Vic­tor Ra­mos na va­ga de Ka­nu, sus­pen­so. O ca­mi­sa 3 foi a pri­mei­ra op­ção, mas não es­tá con­fir­ma­do, já que se re­cu­pe­rou re­cen­te­men­te de uma fas­ci­te plan­tar e não jo­ga des­de 28 de agos­to, ain­da sob o co­man­do de Vag­ner Man­ci­ni. Des­de que Ar­gel as­su­miu co­mo téc­ni­co, Vic­tor Ra­mos só es­te­ve à dis­po­si­ção uma vez, di­an­te do Bo­ta­fo­go, e foi pre­te­ri­do por Vi­ní­cius, que tam­bém foi tes­ta­do co­mo ti­tu­lar no de­cor­rer do trei­no de on­tem.

Ca­so a es­ca­la­ção de VR3 se­ja con­fir­ma­da, Ra­mon ga­ran­te que o en­tro­sa­men­to se­rá fá­cil. “Eu e Vic­tor jo­ga­mos o Bai­a­no e o Bra­si­lei­ro jun­tos. Te­mos qua­li­da­de boa na mar­ca­ção. A sin­to­nia com Ka­nu e Vic­tor é di­fe­ren­te. Ka­nu é um pou­co mais ex­plo­si­vo, pro­cu­ra or­ga­ni­zar o ti­me. Vic­tor tem uma boa lei­tu­ra. Is­so aju­da mui­to”, com­pa­ra o za­guei­ro.

Além da mu­dan­ça na za­ga, Ar­gel fez ou­tras al­te­ra­ções de­fen­si­vas. Cha­mou Di­e­go Re­nan de vol­ta ao ti­me - o la­te­ral foi subs­ti­tuí­do por Eul­ler no jo­go pas­sa­do - e co­lo­cou Jo­sé We­li­son na va­ga de Mar­ce­lo, ex­pul­so con­tra o Sport.

Ape­sar do es­bo­ço, o no­me dos 11 jo­ga­do­res que es­ta­rão per­fi­la­dos na ho­ra que o Hi­no Na­ci­o­nal eco­ar no Bar­ra­dão ain­da é um mis­té­rio. O Vi­tó­ria ten­ta re­cu­pe­rar o ata­can­te Ma­ri­nho pa­ra o jo­go. On­tem, o ca­mi­sa 7 trei­nou pe­la pri­mei­ra vez no cam­po, mas só deu vol­tas no gra­ma­do.

Com ou sem ele, Ra­mon ga­ran­te que o ti­me não vai che­gar à quar­ta der­ro­ta con­se­cu­ti­va na Sé­rie A - per­deu pa­ra Grê­mio, Pon­te Pre­ta e Sport. “Já ti­ve­mos mo­men­tos pi­o­res, em 18º, e con­se­gui­mos. Por que ago­ra não? Bas­ta uma vi­tó­ria den­tro de ca­sa. Va­mos dar a nos­sa vi­da. A gen­te se fe­chou em um mo­men­to di­fí­cil e deu cer­to. Quem co­lo­cou o clu­be nes­sa si­tu­a­ção foi a gen­te, en­tão só a gen­te po­de ti­rar”, de­cre­tou. O Vi­tó­ria é o 17º da ta­be­la, com 35 pon­tos.

Ar­gel es­bo­ça o ti­me ti­tu­lar com no­vi­da­des na de­fe­sa e no meio

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.