O que es­pe­rar da NBA em 2016/17

Correio da Bahia - - Esporte -

A tem­po­ra­da 2016/17 da NBA co­me­ça na pró­xi­ma ter­ça com um fa­vo­ri­to cla­ro: o Gol­den Sta­te War­ri­ors. Se a fran­quia ca­li­for­ni­a­na já era for­te, com Ke­vin Du­rant adi­ci­o­na­do ao plan­tel fi­ca­rá di­fí­cil al­gu­ma equi­pe con­se­guir o fei­to do Cle­ve­land Ca­va­li­ers da úl­ti­ma com­pe­ti­ção.

Com um mer­ca­do bas­tan­te agi­ta­do e três apo­sen­ta­do­ri­as mar­can­tes (Ko­be Bryant, Tim Dun­can e Ke­vin Gar­nett), é pos­sí­vel que te­nha­mos al­gu­mas mu­dan­ças nos clas­si­fi­ca­dos pa­ra os playoffs, co­mo sem­pre, mas o úni­co ti­me di­fe­ren­te dos prin­ci­pais da úl­ti­ma tem­po­ra­da ca­paz de sur­pre­en­der e fi­car no to­po das con­fe­rên­ci­as é o Chi­ca­go Bulls, pe­las adi­ções de Dwya­ne Wa­de e Ra­jon Ron­do.

No Les­te, além do Bulls, Rap­tors, Ca­va­li­ers, Cel­tics, Hawks e Pa­cers de­vem ga­ran­tir va­ga na pós-tem­po­ra­da com cer­ta fa­ci­li­da­de. No Oes­te, a bri­ga, co­mo sem­pre, é mais pe­sa­da. Spurs e Clip­pers pos­su­em os me­lho­res elen­cos, um pou­co abai­xo do War­ri­ors, com pe­lo me­nos ou­tros oi­to ti­mes bri­gan­do pe­las va­gas res­tan­tes. Uma fran­quia que me pa­re­ce que se­rá bem le­gal ver é o Min­ne­so­ta Tim­berwol­ves, com um elen­co jo­vem e ta­len­to­so.

En­tre os bra­si­lei­ros, a ex­pec­ta­ti­va é de pou­co tem­po de qua­dra. Ne­nê é quem de­ve se dar me­lhor, ago­ra no Hous­ton Roc­kets. O pivô te­ve bom de­sem­pe­nho nos Jo­gos Olím­pi­cos e chega, apa­ren­te­men­te in­tei­ro pa­ra a tem­po­ra­da. E te­rá es­pa­ço na ro­ta­ção da equi­pe te­xa­na. A de­pen­der da evolução – ou não - do pivô suí­ço Clint Ca­pe­la, Ne­nê po­de até con­se­guir a po­si­ção de ti­tu­lar. Lu­cas No­guei­ra e Cris­ti­a­no Fe­lí­cio te­rão mais tem­po de qua­dra. No Rap­tors, “Be­bê” de­ve­rá ter o tem­po co­mo re­ser­va do pivô li­tu­a­no Jo­nas Va­lan­ciu­nas, mas pre­ci­sa mos­trar ser­vi­ço, já que o Rap­tors con­ta com dois ca­lou­ros da mes­ma po­si­ção que vêm de bo­as tem­po­ra­das no basquete uni­ver­si­tá­rio ame­ri­ca­no (Pas­cal Si­a­kam e Ja­kob Po­el­tl). Já Fe­lí­cio viu a con­cor­rên­cia no Bulls di­mi­nuir com as saí­das de Jo­a­kim No­ah e Pau Ga­sol (que fo­ram pa­ra New York Knicks e San An­to­nio Spurs, res­pec­ti­va­men­te). O ti­me de Chi­ca­go apos­ta bas­tan­te no fu­tu­ro do bra­si­lei­ro e na ma­nu­ten­ção de su­as bo­as atu­a­ções no fim da tem­po­ra­da pas­sa­da. Fe­lí­cio te­ve bons nú­me­ros nas li­gas de Ve­rão e uma par­ti­ci­pa­ção in­te­res­san­te nos Jo­gos Olím­pi­cos.

De vol­ta ao Pho­e­nix Suns, Le­an­dri­nho vi­rá do ban­co e te­rá a mis­são de ser um per­so­na­gem for­te no ves­tiá­rio de uma equi­pe jo­vem e com pou­ca pos­si­bi­li­da­de de che­gar aos playoffs. No Atlan­ta Hawks, Ti­a­go Split­ter ten­de a ser o re­ser­va ime­di­a­to de Dwight Howard, no­vo con­tra­ta­do da fran­quia. Mas, pa­ra is­so, pre­ci­sa mos­trar que es­tá re­cu­pe­ra­do da le­são no qua­dril que o ti­rou do Rio-2016 e se man­ter sau­dá­vel.

An­der­son Va­re­jão, Mar­ce­li­nho Hu­er­tas e Raul­zi­nho não de­ve­rão ter mui­tas chan­ces. O pivô do War­ri­ors não tem tan­ta con­cor­rên­cia, mas atua nu­ma equi­pe que pas­sa a mai­or par­te do tem­po em qua­dra sem pivô.

Já Hu­er­tas pre­ci­sa­rá mos­trar no­va­men­te no Los An­ge­les La­kers que po­de ser útil vin­do do ban­co. A par­te boa é que te­rá um no­vo téc­ni­co, Lu­ke Wal­ton, pa­ra lhe dar chan­ces. No Utah Jazz, Raul­zi­nho ga­nhou mais con­cor­rên­cia – Dan­te Exum, re­cu­pe­ra­do de le­são, e Ge­or­ge Hill, con­tra­ta­do – e, tal­vez, uma tro­ca de am­bi­en­te se­ja até mais in­di­ca­da.

Já Bru­no Ca­bo­clo, tam­bém do Rap­tors, se­gue em sua fa­se de cres­ci­men­tos téc­ni­co e fí­si­co e po­de ter um pou­co mais de chan­ce em jo­gos já de­fi­ni­dos – o famoso gar­ba­ge ti­me. No mais, de­ve, no­va­men­te, pas­sar boa par­te da tem­po­ra­da na Li­ga de De­sen­vol­vi­men­to.

O me­lhor de tu­do é que os bra­si­lei­ros po­de­rão acom­pa­nhar a NBA co­mo nun­ca an­tes na TV. Se­rão 213 jo­gos trans­mi­ti­dos, sen­do 131 na ESPN e 82 no Sportv. To­das as equi­pes te­rão par­ti­das mos­tra­das, cla­ro, al­gu­mas mui­to mais que as ou­tras. A an­si­e­da­de es­tá per­to de aca­bar.

O úni­co ti­me di­fe­ren­te dos

prin­ci­pais da úl­ti­ma tem­po­ra­da ca­paz de sur­pre­en­der é o Bulls

ivan.mar­ques@re­de­bahia.com.br

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.