24h

Correio da Bahia - - Front Page - OSMAR MARROM MARTINS

O na­mo­ro en­tre o can­tor Fal­cão e o CORREIO é an­ti­go. Há mui­to que as du­as par­tes con­ver­sa­vam so­bre a pos­si­bi­li­da­de do ar­tis­ta lan­çar um dis­co en­car­ta­do no jor­nal. De­pois de mui­tas con­ver­sas, fi­nal­men­te, Fal­cão, 34 anos, ca­sa­do e pai de dois fi­lhos (um me­ni­no e uma me­ni­na), con­cre­ti­za um an­ti­go so­nho. Ho­je, es­tão en­car­ta­das 60 mil có­pi­as do CD Play­list da Guig Ghet­to.

São 24 fai­xas, sen­do 18 re­ti­ra­das do DVD ao vi­vo, gra­va­do em Ara­ca­ju, mais qua­tro do EP Sua Ca­ra e du­as iné­di­tas, Aque­le Tchan e Me­ren­guei­ra da Guig.

“Pa­ra mim, que te­nho con­ver­sa­do com jor­na­lis­tas e pro­du­to­res de to­do o Bra­sil, não exis­te na­da pa­re­ci­do com es­sa pro­mo­ção fei­ta pe­lo CORREIO. É o mai­or mo­vi­men­to fo­no­grá­fi­co do Bra­sil em tem­pos de cri­se da in­dús­tria fo­no­grá­fi­ca”, co­me­mo­ra o ar­tis­ta.

Se­gun­do Fal­cão, “é mui­to bom o lei­tor ter aces­so a um CD co­mo se ele es­ti­ves­se in­do a uma lo­ja de dis­cos”: “Es­tou mui­to sa­tis­fei­to e es­pe­ro que to­dos gos­tem do re­sul­ta­do”.

Em pa­ra­le­lo ao lan­ça­men­to do dis­co, Fal­cão co­man­da os en­sai­os do­mi­ni­cais ba­ti­za­dos de En­sai­os Guig #LáemCa­sa, que acon­te­cem no Ca­sa­rão Co­lo­ni­al Loun­ge Bar, lo­ca­li­za­do na Ri­bei­ra. “O lu­gar é lin­do e lem­bra aque­les es­pa­ços on­de ban­das co­mo Har­mo­nia e Ra­ça Pu­ra fa­zi­am shows! Va­le lem­brar que é um ca­sa­rão que tem mais de 150 anos”, co­men­ta o ar­tis­ta.

Com 25 anos de car­rei­ra, Fal­cão (que se afas­tou por três anos e re­tor­nou em 2013) es­tá há 13 anos na Guig. O gru­po traz mui­ta his­tó­ria pa­ra con­tar. Com um re­per­tó­rio que mis­tu­ra su­ces­sos co­mo Ar­ras­tão da Guig (Swin­gão da Guig), Pres­são, Pu­xa­di­nha, Mão no Juí­zo, Qu­em Ba­lan­ça o Po­vo, Cal­ma, Ca­be­ça de Ge­lo, Ba­teu na La­ta, Co­man­dan­te e De­va­ga­ri­nho, a ban­da tem sua agen­da mo­vi­men­ta­da com apre­sen­ta­ções nos fi­nais de se­ma­na em di­ver­sas ci­da­des no in­te­ri­or da Bahia e em vá­ri­os es­ta­dos do Bra­sil.

E já pen­sa nas no­vi­da­des pa­ra o Ve­rão de 2016 e o Car­na­val de 2017. “Sem­pre fui cu­ri­o­so e en­can­ta­do pe­la mú­si­ca. Co­me­cei bem ce­do to­can­do per­cus­são, já to­quei pan­dei­ro, fiz par­te da Ban­da Mi­rim do Olo­dum... Mas a Guig re­pre­sen­ta tu­do pra mim, pe­lo amor, pe­la pai­xão que te­nho pe­lo gru­po. Es­tou des­de o iní­cio de tu­do. É uma ban­da que tem tu­do a ver co­mi­go. É a mi­nha es­co­la, a mi­nha fa­cul­da­de. São mui­tos anos de mui­to apren­di­za­do, de mui­tas his­tó­ri­as, mui­tos er­ros e mui­tos acer­tos tam­bém”, co­men­ta Fal­cão, oti­mis­ta.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.