PAS­SO A PAS­SO PA­RA IN­VES­TIR EM UMA IDEIA

Correio da Bahia - - Mais -

Es­tu­do As idei­as par­tem de uma ne­ces­si­da­de. Ape­sar dis­so, um ser­vi­ço que pa­re­ce útil pa­ra vo­cê po­de não ser pa­ra as ou­tras pes­so­as. Daí a im­por­tân­cia de re­a­li­zar uma pes­qui­sa de mer­ca­do.

De­li­mi­ta­ção Ain­da em re­la­ção à pes­qui­sa, re­a­li­ze um es­tu­do de­ta­lha­do so­bre o te­ma. Is­so po­de te aju­dar, in­clu­si­ve, a apri­mo­rar o ne­gó­cio que vo­cê es­tá ima­gi­nan­do.

Pú­bli­co Bus­que es­ta­be­le­cer o seu pú­bli­co al­vo. Sa­ber pa­ra qu­em a sua em­pre­sa vai ven­der po­de ser de­ter­mi­nan­te pa­ra o su­ces­so do seu pro­je­to.

Su­ges­tões Man­te­nha a mente aber­ta pa­ra no­vas idei­as, as­sim co­mo pa­ra crí­ti­cas cons­tru­ti­vas. Vo­cê po­de fa­zer um brains­torm, ou se­ja, dei­xar que vo­cê e ou­tros en­vol­vi­dos pos­sam fa­lar tu­do o que vi­er à ca­be­ça.

Tem­po Apren­da a ge­rir a sua dis­po­ni­bi­li­da­de de tem­po. Uma ideia pre­ci­sa ser la­pi­da­da pa­ra ama­du­re­cer.

Con­di­ções Te­nha no­ção dos re­cur­sos que vo­cê po­de dis­por pa­ra a re­a­li­za­ção do pro­je­to, se­ja es­tru­tu­ral ou fi­nan­cei­ra­men­te.

Le­van­ta­men­to Fa­ça uma es­ti­ma­ti­va do que se­rá pre­ci­so pa­ra fa­zer sua ideia acon­te­cer, co­mo ma­te­ri­ais e mão de obra.

Par­ce­ri­as Sai­ba qu­em se­rão os seus par­cei­ros. Exis­tem di­ver­sas em­pre­sas dis­pos­tas a in­ves­tir em ino­va­ção. Fi­que aten­to tam­bém aos edi­tais dis­po­ní­veis e as su­as da­tas de ins­cri­ção.

Comunicação Es­ta­be­le­ça es­tra­té­gi­as de di­vul­ga­ção. Em­pre­sas bem-su­ce­di­das ge­ral­men­te têm uma pre­sen­ça for­te nas re­des so­ci­ais, que é um bom am­bi­en­te pa­ra co­me­çar.

Ma­te­ri­ais Pes­qui­se o va­lor dos ma­te­ri­ais que se­rão ne­ces­sá­ri­os. Ou­tra di­ca é man­ter con­ta­to com bons for­ne­ce­do­res. A de­pen­der da quan­ti­da­de, vo­cê po­de con­se­guir des­con­tos es­pe­ci­ais.

Pro­du­to Co­nhe­ça bem o seu pro­du­to, as­sim vo­cê pas­sa­rá mais con­fi­an­ça na ho­ra que pre­ci­sar apre­sen­tá-lo e, con­se­quen­te­men­te, ven­dê-lo.

In­ves­ti­men­to Se pla­ne­je fi­nan­cei­ra­men­te pa­ra não fi­car sem di­nhei­ro. A an­si­e­da­de tam­bém não aju­da em na­da: o lu­cro vem a lon­go pra­zo, não ne­ces­sa­ri­a­men­te no pri­mei­ro mês de tra­ba­lho.

Fi­nan­ci­a­men­to Ca­so vo­cê re­cor­ra a um fi­nan­ci­a­men­to pa­ra co­brir os seus cus­tos, le­ve em con­si­de­ra­ção qu­an­to vo­cê de­ve­rá ven­der pa­ra le­van­tar a quan­tia. Man­te­nha os pés no chão.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.