Baía de To­dos os San­tos exi­ge no­va ges­tão

Correio da Bahia - - Front Page -

Mui­tas baías do mun­do são de­di­ca­das a san­tos, San Fran­cis­co Bay, nos Es­ta­dos Uni­dos; Saint Mi­chel, na Fran­ça; Saint Ann, na Ja­mai­ca; Saint John, no Ca­na­dá; mas só uma, em to­do o pla­ne­ta, foi con­sa­gra­da a to­dos os san­tos e des­ta­ca­da co­mo se­de da Amazô­nia Azul. Qual o va­lor des­te “sta­tus úni­co” para a vi­si­bi­li­da­de in­ter­na­ci­o­nal e na atra­ção de aten­ções e in­ves­ti­men­tos?

Nes­te mo­men­to em que o Acor­do de Pa­ris (fir­ma­do em de­zem­bro de 2015) é ra­ti­fi­ca­do, pas­san­do a ser legalmente vin­cu­lan­te e es­ta­be­le­cen­do no­vos mar­cos re­gu­la­tó­ri­os para a cha­ma­da eco­no­mia ver­de, co­lo­can­do o sis­te­ma fi­nan­cei­ro in­ter­na­ci­o­nal na ro­ta dos no­vos des­ti­nos econô­mi­cos char­mo­sos e sus­ten­tá­veis - a Baía de To­dos os San­tos (BTS) é des­ta­que no ma­pa mun­di­al.

Hoje, 1º/11, dia em que a BTS co­me­mo­ra os 515 anos do seu des­co­bri­men­to, o pre­sen­te não po­de­ria ser me­lhor. Es­ta se­ma­na, du­ran­te o Con­gres­so In­ter­na­ci­o­nal do Clu­be das Mais Be­las Baías do Mun­do (MBBM), em Pu­er­to Val­lar­ta, Mé­xi­co, a BTS, aplau­di­da in­ter­na­ci­o­nal­men­te, re­ce­be o tí­tu­lo de mem­bro efe­ti­vo do char­mo­so clu­be.

Os pri­mei­ros con­ta­tos com o clu­be fo­ram fei­tos pe­lo Ro­tary BTS, em 2009, apoi­a­do pe­lo WWI-Worldwat­ch Ins­ti­tu­te. Lo­go de­pois o as­sun­to foi dis­cu­ti­do no Nú­cleo BTS do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Es­ta­du­al e abra­ça­do pe­la As­so­ci­a­ção Co­mer­ci­al da Bahia e o Ga­bi­ne­te Por­tu­guês de Lei­tu­ra (que de­sen­vol­ve pes­qui­sa his­tó­ri­ca na área), além de debatido e chan­ce­la­do pe­la Co­mis­são de Tu­ris­mo da Fe­de­ra­ção do Co­mér­cio. Em se­gui­da, foi aco­lhi­do pe­la pre­fei­tu­ra de Sal­va­dor, Ya­cht Club, Fun­da­ção Baía Vi­va e Sal­va­dor Des­ti­na­ti­on, par­cei­ros de­ci­si­vos nes­ta im­por­tan­te con­quis­ta.

Es­te imen­so es­for­ço em­pre­en­di­do por tan­tos par­cei­ros hoje mais com­pro­me­ti­dos pe­las ações di­vul­ga­das e aplau­di­das - exi­gi­rá ago­ra fo­co e mui­to tra­ba­lho. As pal­mas dei­xa­rão de so­ar se ações con­cre­tas não fo­rem em­pre­en­di­das, afi­nal, de que va­le ser uma das mais be­las baías do mun­do se a ges­tão da BTS, o mais co­nhe­ci­do e di­vul­ga­do pa­trimô­nio na­tu­ral do es­ta­do da Bahia es­tá, há anos, em­per­ra­da? Se al­guém se dis­põe a in­ves­tir na baía ar­ris­ca-se di­an­te da in­se­gu­ran­ça ju­rí­di­co-ins­ti­tu­ci­o­nal. A quem de­ve pro­cu­rar pri­mei­ro? Quan­tos pa­re­ce­res - de quan­tos ór­gãos - são ne­ces­sá­ri­os? Quan­to tem­po de­mo­ra a li­cen­ça? Nin­guém sa­be.

Co­mo atrair in­ves­ti­men­tos sus­ten­tá­veis, ge­ra­do­res de em­pre­gos e no­vas ren­das, se o Pla­no de Ma­ne­jo da Área de Pro­te­ção Am­bi­en­tal (APA) e o zo­ne­a­men­to da BTS - exi­gi­dos por lei - ain­da não foi fei­to? Os por­tos, em­per­ra­dos, não con­se­guem ser li­cen­ci­a­dos. Nes­te ce­ná­rio, o pro­je­to de US$ 86 mi­lhões (Pro­de­tur) para in­ves­ti­men­tos na BTS, pa­ti­na há anos na bu­ro­cra­cia es­ta­tal e do Ban­co In­te­ra­me­ri­ca­no de In­ves­ti­men­to (BID). Sem ru­mo, a mais no­va baía-mem­bro do Clu­be das MBBM pre­ci­sa­rá or­ga­ni­zar-se ra­pi­da­men­te para mi­grar do ca­os atu­al de des­go­ver­no para o de­se­ja­do e di­vul­ga­do “be­lo” sta­tus. Es­te va­li­o­so e co­bi­ça­do pa­trimô­nio pre­ci­sa de go­ver­nan­ça no­va.

Ou­tras baías do mun­do, que en­fren­tam pro­ble­mas pa­re­ci­dos, já con­se­gui­ram or­ga­ni­zar sua ges­tão. Baías são ber­ços na­tu­rais para o de­sen­vol­vi­men­to das su­as áre­as de in­fluên­cia econô­mi­ca e, co­mo tal, pre­ci­sam de in­ter­ven­ções con­tí­nu­as e ino­va­do­ras. Di­an­te do ema­ra­nha­do con­fli­tan­te de leis fe­de­rais, es­ta­du­ais e mu­ni­ci­pais que in­ci­dem so­bre a BTS, só a cri­a­ção de uma Agên­cia de Ges­tão (com to­das as ins­ti­tui­ções, cons­ti­tu­ci­o­nal­men­te ha­bi­li­ta­das, as­sen­ta­das em seu con­se­lho) ga­ran­ti­rá o or­de­na­men­to in­te­li­gen­te e sus­ten­tá­vel da área. De­bu­tan­do en­tre as “Mais Be­las Baías do Mun­do”, a se­de da Amazô­nia Azul exi­ge no­va ges­tão.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.