Mi­nis­tro ga­ran­te que a La­va Ja­to ‘vai até on­de os fatos le­va­rem’

Correio da Bahia - - Brasil -

JUS­TI­ÇA O mi­nis­tro da Jus­ti­ça, Ale­xan­dre de Mo­ra­es, dis­se on­tem que a Ope­ra­ção La­va Ja­to, “vai até on­de os fatos le­va­rem”. Se­gun­do ele, a ques­tão é do Po­der Ju­di­ciá­rio, mas que tem to­do o apoio do Mi­nis­té­rio da Jus­ti­ça e da Po­lí­cia Fe­de­ral. “Até on­de o Mi­nis­té­rio Pú­bli­co en­ten­der ne­ces­sá­rio o apro­fun­da­men­to das in­ves­ti­ga­ções, te­re­mos ope­ra­ções”, afir­mou. Qu­es­ti­o­na­do so­bre en­con­tro com o pre­si­den­te do Se­na­do, Re­nan Ca­lhei­ros (PMDB-AL), na úl­ti­ma sex­ta-fei­ra, após de­sen­ten­di­men­to pú­bli­co en­tre eles nos di­as an­te­ri­o­res, Mo­ra­es dis­se ape­nas que o sal­do do even­to foi mui­to im­por­tan­te, por­que mos­trou união dos Três Po­de­res pe­la se­gu­ran­ça pú­bli­ca. An­tes do en­con­tro, Re­nan ha­via cha­ma­do Mo­ra­es de “che­fe­te de po­lí­cia” ao cri­ti­car a ope­ra­ção da Po­lí­cia Fe­de­ral que pren­deu tem­po­ra­ri­a­men­te qua­tro po­li­ci­ais le­gis­la­ti­vos uma se­ma­na an­tes. O mi­nis­tro da Jus­ti­ça tam­bém afir­mou que a pro­pos­ta de au­men­tar a For­ça Na­ci­o­nal para 7 mil pes­so­as não vai ter re­fle­xo na ro­ti­na de se­gu­ran­ça pú­bli­ca dos es­ta­dos. Ele dis­se que o con­tin­gen­te adi­ci­o­nal vi­ria de agen­tes ina­ti­vos há, no má­xi­mo, cin­co anos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.