FBI tem au­to­ri­za­ção da Jus­ti­ça para in­ves­ti­gar as­ses­so­ra de Hil­lary

Correio da Bahia - - Mundo -

ES­TA­DOS UNI­DOS O FBI (a po­lí­cia fe­de­ral ame­ri­ca­na) ob­te­ve uma or­dem ju­di­ci­al para exa­mi­nar as men­sa­gens de e-mail da prin­ci­pal as­ses­so­ra da can­di­da­ta do Par­ti­do De­mo­cra­ta, Hil­lary Clin­ton, à Pre­si­dên­cia dos Es­ta­dos Uni­dos. A in­ves­ti­ga­ção vi­sa a des­co­brir se a as­ses­so­ra Hu­ma Abe­din ob­te­ve ou não in­for­ma­ções de se­gu­ran­ça na­ci­o­nal no pe­río­do em que Hil­lary Clin­ton era se­cre­tá­ria de Es­ta­do. A in­ves­ti­ga­ção de­ve­rá com­pli­car a úl­ti­ma fa­se da cam­pa­nha de Hil­lary, que foi se­cre­tá­ria de Es­ta­do (mi­nis­tra das re­la­ções ex­te­ri­o­res) no pe­río­do de 2009 a 2013. As elei­ções es­tão mar­ca­das para 8 de no­vem­bro de 2016. A in­ves­ti­ga­ção ocor­re no mo­men­to em que elei­to­res em mui­tos es­ta­dos ame­ri­ca­nos já es­tão in­do às ur­nas, gra­ças ao sis­te­ma elei­to­ral an­te­ci­pa­do dos Es­ta­dos Uni­dos. O sis­te­ma per­mi­te que os elei­to­res en­vi­em o vo­to pe­lo cor­reio ou com­pa­re­çam às ur­nas an­tes da da­ta ofi­ci­al (8 de no­vem­bro), em lo­cais pre­vi­a­men­te de­ter­mi­na­dos. Na sex­ta-fei­ra, a 11 di­as das elei­ções, o di­re­tor do FBI, Ja­mes Co­mey, man­dou uma carta ao Con­gres­so ame­ri­ca­no di­zen­do que fo­ram des­co­ber­tos no­vos e-mails re­la­ci­o­na­dos com a acu­sa­ção de que Hil­lary ti­nha usa­do um ser­vi­dor pri­va­do para en­vi­ar e re­ce­ber in­for­ma­ções clas­si­fi­ca­das co­mo de uso res­tri­to do go­ver­no. Só que a in­ves­ti­ga­ção so­bre a can­di­da­ta de­mo­cra­ta foi en­cer­ra­da em ju­lho de 2016 sem acu­sa­ção for­mal con­tra ela. Po­rém, o re­tor­no do ca­so ago­ra en­vol­ven­do a as­ses­so­ra Hu­ma Abe­din - ir­ri­tou não só a cam­pa­nha de Hil­lary co­mo tam­bém os in­te­gran­tes do Par­ti­do De­mo­cra­ta, que exi­gi­ram ex­pli­ca­ções ur­gen­tes por par­te do FBI. O lí­der de­mo­cra­ta no Se­na­do, Har­ry Raid, en­ca­mi­nhou do­cu­men­to ao FBI em que pe­de ex­pli­ca­ções so­bre o mo­ti­vo que le­vou a ins­ti­tui­ção a di­vul­gar in­for­ma­ções so­bre Hil­lary e a não li­be­rar “in­for­ma­ções ex­plo­si­vas” so­bre as li­ga­ções de Trump e “o go­ver­no rus­so”. “O pú­bli­co tem o di­rei­to de sa­ber. Eu es­cre­vi para vo­cê me­ses atrás pe­din­do que es­sa informação se­ja tor­na­da pú­bli­ca”, es­cre­veu Reid. O se­na­dor acu­sou Co­mey de vi­o­lar a “Hat­ch Act”, uma lei ame­ri­ca­na que im­pe­de que agen­tes pú­bli­cos in­ter­fi­ram em re­sul­ta­dos elei­to­rais. Al­guns se­na­do­res de­mo­cra­tas acham que o FBI es­ta­ria agin­do de for­ma ten­den­ci­o­sa e usan­do ar­gu­men­tos do ad­ver­sá­rio de Hil­lary, o re­pu­bli­ca­no Do­nald Trump. Se­gun­do in­for­ma­ções da mí­dia ame­ri­ca­na, fo­ram en­con­tra­dos cer­ca de 650 mil e-mails em um com­pu­ta­dor do ex-par­la­men­tar Anthony Wei­ner, que es­tá sen­do in­ves­ti­ga­do por en­vi­ar fo­tos eró­ti­cas para uma ado­les­cen­te de 15 anos. Wei­ner é ma­ri­do de Hu­ma Abe­din, as­ses­so­ra de Hil­lary.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.