Elei­ção nos EUA e ajus­tes fa­zem dó­lar su­bir e Bol­sa cair no Bra­sil

Correio da Bahia - - Economia -

AVERSÃO AO RISCO O dó­lar avan­çou na pri­mei­ra ses­são de no­vem­bro aos ní­veis do iní­cio de ou­tu­bro, num mo­vi­men­to de cor­re­ção do­més­ti­ca ali­men­ta­da pe­la cau­te­la com o ex­te­ri­or. De acor­do com es­pe­ci­a­lis­tas, o dia foi de ajus­tes no câm­bio após a que­da acu­mu­la­da de 1,85% em ou­tu­bro, quan­do o dó­lar che­gou a to­car R$ 3,10 sob in­fluên­cia da Lei de Re­pa­tri­a­ção. Com o fim do pro­ces­so de re­gu­la­ri­za­ção de ati­vos, o mer­ca­do lo­cal con­cen­trou-se nas no­vi­da­des da dis­pu­ta pre­si­den­ci­al nos EUA - com pes­qui­sa in­di­can­do Trump à frente de Hil­lary - e bus­cou pro­te­ção an­tes da de­ci­são de po­lí­ti­ca mo­ne­tá­ria do Fe­de­ral Re­ser­ve (Ban­co Cen­tral dos EUA) pre­vis­ta pa­ra ho­je. Par­te do mer­ca­do acre­di­ta que os ju­ros ame­ri­ca­nos po­dem su­bir. O dó­lar en­cer­rou em al­ta de 1,54%, aos R$ 3,2397 no mer­ca­do à vis­ta, mai­or pa­ta­mar des­de os R$ 3,2553 de 4 de ou­tu­bro. De acor­do com a BM&F Bo­ves­pa, o vo­lu­me de ne­gó­ci­os so­mou US$ 941,191 mi­lhões. No seg­men­to fu­tu­ro, o dó­lar pa­ra de­zem­bro en­cer­rou em al­ta de 1,48%, aos R$ 3,2635, com vo­lu­me de ne­gó­ci­os de US$ 18,455 bi­lhões. Já a Bo­ves­pa te­ve uma ses­são de for­tes cor­re­ções, ter­mi­nan­do o dia em que­da de 2,46%, aos 63.326,41 pon­tos. A pres­são ven­de­do­ra te­ve co­mo fon­te as in­cer­te­zas do ce­ná­rio ame­ri­ca­no po­ten­ci­a­li­za­da pe­lo fa­to de ho­je ser fe­ri­a­do no Bra­sil. No iní­cio do pre­gão, as ações en­sai­a­ram uma al­ta, mas lo­go ce­de­ram di­an­te do mo­vi­men­to de aversão ao risco que se ins­ta­lou nos mer­ca­dos glo­bais.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.