STF vai jul­gar sa­cri­fí­cio re­li­gi­o­so de ani­mais

Correio da Bahia - - Brasil -

POLÊMICA Após a de­ci­são que proi­biu a re­a­li­za­ção de vaquejadas no país, o Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF) es­tá pres­tes a jul­gar ou­tra ação que pro­me­te cau­sar polêmica e co­lo­car fren­te a fren­te de­fen­so­res dos ani­mais e de tra­di­ções cul­tu­rais. Na se­ma­na pas­sa­da, o mi­nis­tro Mar­co Au­ré­lio li­be­rou pa­ra de­ci­são do ple­ná­rio um pro­ces­so que dis­cu­te o sa­cri­fí­cio de ani­mais em ri­tu­ais re­li­gi­o­sos. Ca­be­rá ago­ra à pre­si­den­te da Cor­te, Cár­men Lú­cia, mar­car uma da­ta pa­ra o jul­ga­men­to, ain­da sem pre­vi­são pa­ra ocor­rer. Na ação, o Mi­nis­té­rio Pú­bli­co do Rio Gran­de do Sul bus­ca der­ru­bar tre­cho de uma lei lo­cal que li­vra de pu­ni­ção por maus tra­tos a ani­mais cul­tos e li­tur­gi­as das re­li­giões de ma­triz afri­ca­na que pra­ti­cam sa­cri­fí­ci­os, co­mo o can­dom­blé. Se­gun­do o por­tal G1, a lei foi apro­va­da em 2004 pe­la As­sem­bleia Le­gis­la­ti­va gaú­cha. Na épo­ca, o au­tor da pro­pos­ta, de­pu­ta­do Ed­son Por­ti­lho (PT), ar­gu­men­tou que vá­ri­os pra­ti­can­tes es­ta­vam sen­do pro­ces­sa­dos após os cul­tos. O Mi­nis­té­rio Pú­bli­co ten­tou der­ru­bar a ex­ce­ção da­da às re­li­giões afri­ca­nas jun­to ao Tri­bu­nal de Jus­ti­ça lo­cal, mas te­ve o pe­di­do ne­ga­do. O ór­gão, en­tão, re­cor­reu ao STF em 2006, pa­ra ten­tar no­va­men­te der­ru­bar es­se tre­cho da lei, que per­ma­ne­ce em vi­gor. A de­ci­são a ser to­ma­da pe­lo STF va­le­rá ape­nas pa­ra o Rio Gran­de do Sul, mas co­mo se­rá pro­fe­ri­da pe­la mais al­ta Cor­te do país, po­de­rá cri­ar um en­ten­di­men­to que in­flu­en­cie ou­tros tri­bu­nais de ins­tân­ci­as in­fe­ri­o­res. No Bra­sil, maus tra­tos a ani­mais é cri­me, com pe­na de pri­são de três me­ses a um ano.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.