Pro­gra­ma pa­ra em­pre­go gas­ta mais que pre­via

Correio da Bahia - - Economia -

63 MIL ADE­SÕES O Pro­gra­ma de Pro­te­ção ao Em­pre­go (PPE) te­ve a ade­são de 63,3 mil tra­ba­lha­do­res, se­gun­do ba­lan­ço di­vul­ga­do on­tem pe­lo Mi­nis­té­rio do Tra­ba­lho. O co­mi­tê do pro­gra­ma aten­deu aos pe­di­dos de 116 em­pre­sas. Do to­tal dos pe­di­dos, 154 fo­ram aten­di­dos e 34 pro­ces­sos ain­da es­tão na fi­la. O pro­gra­ma per­mi­te a re­du­ção da jor­na­da de tra­ba­lho em até 30%, com re­du­ção do sa­lá­rio em igual pro­por­ção. A me­ta­de do des­con­to no sa­lá­rio é ban­ca­da pe­lo Fun­do de Am­pa­ro ao Tra­ba­lha­dor (FAT), de on­de sa­em os re­cur­sos pa­ra o pa­ga­men­to do se­gu­ro-de­sem­pre­go e do abo­no sa­la­ri­al. O go­ver­no com­ple­men­ta a me­ta­de do que fal­tar, até o te­to de R$ 900,84 (65% do li­mi­te que é pa­go no se­gu­ro-de­sem­pre­go). De acor­do com o mi­nis­té­rio, o FAT de­sem­bol­sou ao lon­go des­se pe­río­do R$ 169,3 mi­lhões. Ao man­dar a me­di­da pro­vi­só­ria (MP) que cri­ou o PPE, em ju­nho do ano pas­sa­do, o go­ver­no da ex-pre­si­den­te Dil­ma Rous­seff es­ti­mou em R$ 97,6 mi­lhões os gas­tos do FAT com o pro­gra­ma em 2015 e 2016.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.