A Pre­vi­dên­cia e a apo­sen­ta­do­ria

Correio da Bahia - - Mais -

“As cor­po­ra­ções cap­tu­ra­ram o Es­ta­do”. A fra­se é da se­cre­tá­ria do Te­sou­ro Na­ci­o­nal, Ana Pau­la Ves­co­si, de­fen­den­do a re­for­ma da Pre­vi­dên­cia. Mas, nes­te ca­so, quem deu os da­dos es­tar­re­ce­do­res foi o eco­no­mis­ta Raul Ve­lo­so. Se­gun­do ele, os gas­tos com apo­sen­ta­do­ri­as e pen­si­o­nis­tas no se­tor pú­bli­co be­ne­fi­ci­am ape­nas 980 mil pes­so­as e cus­tam ao Es­ta­do R$ 104 bi­lhões. Já o gas­to com apo­sen­ta­do­ri­as e pen­si­o­nis­tas no se­tor pri­va­do be­ne­fi­cia 28,3 mi­lhões de pes­so­as e cus­tam R$ 380 bi­lhões. Ou se­ja: a apo­sen­ta­do­ria mé­dia no se­tor pú­bli­co é de R$ 17,8 mil, en­quan­to no se­tor pri­va­do de R$ 1,1 mil. Ve­lo­so diz que só é ne­ces­sá­rio fa­zer a re­for­ma da Pre­vi­dên­cia no se­tor pú­bli­co. A se­cre­tá­ria do Te­sou­ro diz que tem de fa­zer no se­tor pú­bli­co e no se­tor pri­va­do.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.