A ener­gia lim­pa que pro­duz car­ros

Correio da Bahia - - Front Page -

Pro­du­zir car­ros é uma ta­re­fa que vai mui­to além de fa­bri­car al­gu­mas das má­qui­nas mais de­se­ja­das do mun­do. A in­dús­tria au­to­mo­bi­lís­ti­ca es­tá vi­ven­do uma trans­for­ma­ção mui­to rá­pi­da.

A efi­ci­ên­cia ener­gé­ti­ca con­ta­gi­ou não só o pro­du­to, mas prin­ci­pal­men­te o pro­ces­so pro­du­ti­vo do car­ro. A bus­ca por ma­te­ri­ais e fon­tes re­no­vá­veis já não é mais no­vi­da­de no se­tor. É um di­fe­ren­ci­al com­pe­ti­ti­vo! É o ga­nha-ga­nha, que per­mi­te a uti­li­za­ção res­pon­sá­vel de re­cur­sos na­tu­rais com re­du­ção nos cus­tos.

As em­pre­sas, que já vi­nham in­ves­tin­do pe­sa­do nas ações vol­ta­das à sus­ten­ta­bi­li­da­de, ago­ra es­tão co­me­mo­ran­do os re­sul­ta­dos ge­ra­dos por es­sas ações as su­as ope­ra­ções. Não por aca­so, a Volkswa­gen pos­sui a cam­pa­nha in­ter­na “Think Blue. Fac­tory. + Hou­se.”, que in­cen­ti­va seus co­la­bo­ra­do­res e fa­mi­li­a­res a ado­tar ati­tu­des ca­da vez mais sus­ten­tá­veis tam­bém em ca­sa. Ins­pi­ra­da no con­cei­to glo­bal “Think Blue.”, da Volkswa­gen, que tem a me­ta de ser a fa­bri­can­te de veí­cu­los mais sus­ten­tá­vel do mun­do, o Think Blue. Fac­tory. + Hou­se é apli­ca­do ao pro­ces­so pro­du­ti­vo e es­ta­be­le­ce uma me­ta: até 2018, to­das as fá­bri­cas da Volkswa­gen no mun­do te­rão de re­du­zir em 25% o con­su­mo de água e ener­gi­as, a ge­ra­ção de re­sí­du­os, as emis­sões de CO2 e de sol­ven­tes, em com­pa­ra­ção com 2010.

Chegou a ho­ra de “co­lher os fru­tos” de anos de in­ves­ti­men­tos. De olho nes­sa ten­dên­cia, a Volkswa­gen do Bra­sil, cons­truiu sua pró­pria PCH (Pe­que­na Cen­tral Hi­dro­e­lé­tri­ca) em 2010 lo­ca­li­za­da no Rio Sa­pu­caí, um aflu­en­te do Rio Gran­de, en­tre as ci­da­des de São Joaquim da Bar­ra e Gu­a­rá (SP).

A PCH Anhan­gue­ra, as­sim de­no­mi­na­da, tem ca­pa­ci­da­de de ge­rar cer­ca de 18% da ener­gia con­su­mi­da pe­la pró­pria Volkswa­gen do Bra­sil. Em 2012, a usi­na re­ce­beu a apro­va­ção da ONU pa­ra seu pro­je­to de Cer­ti­fi­ca­ção de Emis­sões Re­du­zi­das (CER), mais co­nhe­ci­do co­mo Cré­di­tos de Car­bo­no.

Es­te ano, co­me­mo­ra­mos o re­cor­de his­tó­ri­co de pro­du­ção de ener­gia lim­pa na PCH. De ja­nei­ro a agos­to des­te ano, a usi­na hi­dre­lé­tri­ca pro­du­ziu 77.659,23 MWh. Des­de sua inau­gu­ra­ção, já to­ta­li­za a pro­du­ção de 496.1770,18 MWh, ener­gia su­fi­ci­en­te pa­ra abas­te­cer cer­ca de 90 mi­lhões de pes­so­as por um dia: po­pu­la­ção equi­va­len­te a to­da re­gião Su­des­te do país e mais o Ama­zo­nas. O in­ves­ti­men­to na ge­ra­ção de ener­gia lim­pa é uma ini­ci­a­ti­va pi­o­nei­ra da Volkswa­gen en­tre as mon­ta­do­ras ins­ta­la­das no Bra­sil.

Mas pa­ra ser sus­ten­tá­vel, cui­da­mos de ca­da eta­pa des­se pro­je­to. An­tes mes­mo da cons­tru­ção da usi­na, a Volkswa­gen in­ves­tiu em ações pa­ra mi­ni­mi­zar os im­pac­tos am­bi­en­tais na área. Fo­ram fei­tos es­tu­dos a res­pei­to de vá­ri­os pro­gra­mas vol­ta­dos à edu­ca­ção am­bi­en­tal e à pro­te­ção, re­cu­pe­ra­ção e ma­nu­ten­ção da qua­li­da­de da água e dos so­los, da fau­na lo­cal e da flo­ra re­gi­o­nal. Ações no en­tor­no da obra con­tri­buí­ram com a pre­ser­va­ção dos ani­mais (prin­ci­pal­men­te os ame­a­ça­dos de ex­tin­ção) e re­cu­pe­ra­ram a ma­ta na­ti­va, per­mi­tin­do o per­fei­to equi­lí­brio eco­ló­gi­co da re­gião.

Es­sa ex­pe­ri­ên­cia nos en­si­nou que ge­rar ener­gia vai mui­to além da cons­tru­ção das es­tru­tu­ras de uma usi­na. Im­pli­ca em cons­truir sem des­truir e em pre­ser­var pa­ra ge­rar. É des­sa for­ma que a Volkswa­gen quer con­du­zir a sus­ten­ta­bi­li­da­de nos seus ne­gó­ci­os. In­te­gran­do seus pú­bli­cos (cli­en­tes, fun­ci­o­ná­ri­os, par­cei­ros, for­ne­ce­do­res etc.) pro­por­ci­o­nan­do me­lho­ria e pre­ser­va­ção aos mei­os na­tu­rais dis­po­ní­veis, com ge­ra­ção de ener­gia lim­pa.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.