Lu­la re­ce­beu pro­pi­na em di­nhei­ro vi­vo, diz re­vis­ta

Correio da Bahia - - Brasil -

DELAÇÃO A re­vis­ta Is­toÉ que vai às ban­cas nes­te fi­nal de se­ma­na pu­bli­ca uma re­por­ta­gem di­zen­do que Mar­ce­lo Ode­bre­cht, her­dei­ro do gru­po que le­va seu so­bre­no­me, afir­mou que entregou pro­pi­na em “di­nhei­ro vi­vo” ao ex-pre­si­den­te Luiz Iná­cio Lu­la da Sil­va. Se­gun­do a re­vis­ta, Mar­ce­lo fez a afir­ma­ção em de­poi­men­to da delação pre­mi­a­da ne­go­ci­a­da no âm­bi­to da Ope­ra­ção La­va Ja­to. O em­prei­tei­ro es­tá pre­so des­de 19 de ju­nho de 2015. Os re­pas­ses, de acor­do com a pu­bli­ca­ção , ocor­re­ram após Lu­la dei­xar a Pre­si­dên­cia, em 2010, e o mai­or flu­xo acon­te­ceu en­tre os anos de 2012 e 2013. A re­por­ta­gem diz que o di­nhei­ro em espécie é par­te dos “apro­xi­ma­da­men­te R$ 8 mi­lhões que fo­ram trans­fe­ri­dos ao pe­tis­ta” pe­la em­prei­tei­ra. A defesa de Lu­la en­vi­ou no­ta em que diz que a re­vis­ta pro­mo­ve “uma no­va de­nún­cia frí­vo­la e sem pro­va con­tra o ex-pre­si­den­te”. A as­ses­so­ria diz que a pu­bli­ca­ção “lan­ça uma sus­pei­ta de re­ce­bi­men­to de van­ta­gem in­de­vi­da nos mol­des em que fez, re­co­nhe­cen­do a di­fi­cul­da­de de pro­var o afir­ma­do”. Diz tam­bém que a re­vis­ta Is­toÉ uti­li­za um re­cur­so “sem dú­vi­da mui­to con­ve­ni­en­te pa­ra de­la­ções em ges­ta­ção no bal­cão de ne­gó­ci­os da La­va Ja­to, com a fi­na­li­da­de pre­cí­pua de man­char a hon­ra e a re­pu­ta­ção de Lu­la”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.