‘O que mu­dou era o ne­ces­sá­rio’

Correio da Bahia - - Esporte - Das agên­ci­as re­da­cao@cor­rei­o24ho­ras.com.br

Pres­tes a com­ple­tar 100 jo­gos pe­la Se­le­ção Bra­si­lei­ra na ter­ça-fei­ra, con­tra o Pe­ru, o la­te­ral-di­rei­to Da­ni­el Al­ves co­men­tou o mar­co. Além de co­me­mo­rar o fei­to, ana­li­sou a má fa­se téc­ni­ca pe­la qual o gru­po pas­sou e cri­ti­cou pro­ble­mas de ges­tão, com in­di­re­tas também pa­ra o ex-téc­ni­co Dun­ga.

“É uma ale­gria mui­to gran­de atin­gir es­sa mar­ca. Às ve­zes não cai a fi­cha, por tan­tas coi­sas bo­as que vi­vi na Se­le­ção”, dis­se o bai­a­no da Ju­ven­tus.

“(O mo­men­to ruim) foi re­sul­ta­do de coi­sas não tão bo­as que es­ta­vam fa­zen­do, tan­to no ins­ti­tu­ci­o­nal co­mo no cam­po. Acho que con­se­gui­mos me­lho­rar por­que con­se­gui­mos en­ten­der o que vo­cê pre­ci­sa fa­zer pa­ra jo­gar bem. O pes­so­al de ci­ma também en­ten­deu, co­lo­can­do gen­te in­te­li­gen­te, ro­da­da, ex­pe­ri­en­te pa­ra ad­mi­nis­trar o ti­me. O cam­po é ape­nas re­fle­xo de tu­do o que há em vol­ta”.

Da­ni­el ele­geu as fi­nais da Co­pa Amé­ri­ca de 2007 e da Co­pa das Con­fe­de­ra­ções de 2009 co­mo seus gran­des mo­men­tos na Se­le­ção. So­bre o pi­or, ele fa­lou da Co­pa Amé­ri­ca des­te ano, quan­do o Bra­sil foi eli­mi­na­do pa­ra o Pe­ru. “Eu pen­sa­va que pi­or do que aqui­lo a gen­te não po­dia fa­zer. Che­gou um mo­men­to que acha­va que não te­ria li­ber­da­de pa­ra fa­zer com que a si­tu­a­ção mu­das­se. A úni­ca for­ma era uma en­tre­vis­ta que dei di­zen­do que pre­ci­sa­va mu­dar. As coi­sas mu­da­ram, vol­ta­ram a acon­te­cer pa­ra me­lhor. Es­ta­mos co­lhen­do fru­tos, já que os jo­ga­do­res con­ti­nu­am os mes­mos. Mu­dou pou­ca coi­sa, e o que mu­dou era o ne­ces­sá­rio”, com­ple­tou, em cla­ra re­fe­rên­cia a Dun­ga.

Sem ci­tar no­me, Da­ni­el cri­ti­ca Dun­ga e elo­gia mu­dan­ça da CBF

Da­ni­el Al­ves re­ce­be a ca­mi­sa nú­me­ro 100 das mãos do co­or­de­na­dor Edu

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.